Situacão de emprego resolvida

No tópico anterior, tinha-vos mencionado em como lá ganhei coragem, apesar de saber que, não tendo qualquer família para ajudar, e estando esposa, 3 filhos, 1 cão, 2 carros e 1 casa dependentes de mim (infelizmente o salário da esposa sozinho não dá para sustentar tanta coisa junta), e de reflectir que estava há cerca de 1 ano triste com a situação profissional pois já lá ia o tempo em que ia todo feliz para o escritório, aquela coragem que todos nós temos receio, mas se não o fizermos, só estamos a fazer mal a nós próprios!

Entendo que uns consigam atenuar a indiferença, mas eu não consigo e isso vê-se no dia-a-dia.

Recebi 2 propostas finais, fui a 7 entrevistas no total (4 delas de uma só empresa) e via telefone ainda recebi com agrado que me queria entrevistar, mas honesto como sou disse que já tinha 2 propostas e se tivessem outro candidato em mente, que avançassem com ele.

Uma dessas entrevistas onde fui, foi na empresa que sempre gostaria de trabalhar (pelo menos em teoria, pois nunca lá trabalhei), sei que seria difícil pois sendo uma das maiores empresas da Dinamarca faz com que englobe o termo “Corporate” do qual tenho tanto receio (pois por defeito interessam-se mais por números que por pessoas) mas o que fazem é fantástico… Fui lá, e depois da entrevista com 3 elementos disse à sra. para não contarem comigo, pois o que era para fazer era demasiado “short-sighted” pois era apenas uma única tarefa e com a minha experiência, preciso de algo em que possa também fazer parte das decisões… ela ficou encantada com a minha personalidade na entrevista e o que lhe disse pelo que rematou a dizer para lhe enviar um email com o que eu gostaria mesmo de fazer naquela empresa pois daqui de 9 a 12 meses vai ter de contratar mais pessoas para a mesma área e se achar que me encaixo, dizer-me-à … pode até nem ser verdade, mas que faz o nosso ego aumentar, isso faz! 🙂

Então, em conclusão, as 2 propostas eram, em termos gerais:

Proposta A

  • 55.000 kr mensais (7.400€)
    depois dos descontos todos ficamos com uma média de 35.000 kr na conta mensalmente
  • Sem pensão no primeiro ano e seguro privado só depois das férias de verão
  • Telefone, portátil e internet de casa paga
  • Trabalho na minha confortável área, ou seja, C# e ambiente Windows
  • Primeiro projecto: criar um portal para clientes (na língua de programação que uso todos os “santos” dias)
  • Mesmo à saída de uma estação de comboio (Nørreport St.) que se apanhar aqui perto de casa, não preciso de apanhar mais nenhum

Proposta B

  • 48.500 kr mensais
  • Pensão e seguro de saúde privado
  • 6 semanas de férias por ano
  • Telefone, portátil e internet de casa paga
  • Trabalho completamente fora do que estou habituado, pois ali usam linguagem de programação Python e nomeadamente javascript (NodeJs) que, fiz umas coisinhas de brincadeira, mas nunca nada para projectos dignos desse nome
  • à Saída de uma estação de Metro (Christianshavn St.) assim sendo tenho de passar do comboio para o metro, na estação onde fica a proposta A)

Depois de reflectir e sempre a pensar onde seria mais feliz daqui a 5 anos, optei por pedir um aumento até aos 50.000 kr e optei pela proposta B. Assim sendo, dia 3 de Abril já começo a trabalhar lá 🙂

Razões da escolha são sempre pessoais e cada um optaria de maneira diferente, mas como sou e como me vejo diariamente, não iria aprender nada de novo na proposta A, pois estaria confortavelmente a fazer o que sempre fiz… na proposta B vou alargar os meus conhecimentos para algo que ainda não tinha imaginado, vou-me dedicar a tutoriais e cursos online até Abril para não fazer figura de urso no primeiro mês, mas sei que profissionalmente, e para mim, é a escolha acertada!

Serve também este tópico, para tentar mostrar que temos de por o salário de lado e pensar em tudo o resto, é algo que é para ser todos os dias… todos os meses… por alguns anos valentes… temos de realmente gostar mais do que fazemos diariamente do que propriamente do dinheiro que trazemos para casa, pois há quem já tenha dito:

 

Choose a job you love, and you will never have to work a day in your life

e é mesmo verdade!

Procurar emprego (4ª vez em 11 anos)

Procurar emprego (4ª vez em 11 anos)

O ano começa sempre com grandes decisões, e já em 2012 uma dessas decisões levou-me a despedir-me da empresa onde estava e procurar novos projectos … em menos de mês e meio, já tinha contracto assinado.

O receio de não encontrar emprego é grande, por, e depois de 11 anos neste país, ainda não saber falar o idioma fluentemente, nem tãopouco para conversa de corredor com os colegas (até hoje, tem sido tudo e sempre tudo em inglês) faz com que tenha de pensar ainda mais sobre novos projectos.

Faz agora em fevereiro, 5 anos que estou nesta empresa, e no recente ano como “Head Developer” onde sobretudo programo em .NET (C#) apicacões empresariais como o site de e-commerce a toda uma panóplia de servicos e infrastruturas que suportão de momento o negócio de venda de “giftcards”.

Mas o ano passado mudámos bastante pois fomos comprados por um grupo enorme na Escandinávia, onde existem mais de 7.000 empregados espalhados por todos os países nordicos… mudámos para novas instalacões onde temos estacionamento, fitness e cantina com pratos de comida variados, quentes e frios para o almoco e bolos ou pão para o pequeno almoco. Mas com tudo isto, tenho tido vários problemas em levantar-me da cama para ir trabalhar… todos os dias a vontade é menor e cada vez mais não gostava do que sentia … tinha semanas muito boas com novidades em peojectos, mas em maneira geral, andava cada vez mais aborrecido.

Comecei então 2017 por, novamente, despedir-me do lugar onde estive estes ultimos 5 anos, mas como até sou boa pessoa, em vez dos oficiais 30 dias, dei 90 dias à empresa para que podessem não só eles ter tempo para encontrar uma nova pessoa para o meu lugar, mas também para que eu podesse avaliar o mercado… novamente!

Depois daquele periodo triste e enfadonho de pensar “mas o que é que eu fui fazer” pois ter uma familia com 3 criancas (agora com 1, 6 e 9 anos) uma vivenda e 2 carros para sustentar… e com a fasquia dos 40 anos passado, são mais as coisas más que as boas que nos lembramos … mas tive sorte que só foram 10 dias de tal coisa … logo meti mãos à obra e na segunda semana de Janeiro logo comecei a ver empregos na área de programacao web nos 2 sites mais conhecidos neste país, o JobIndex e o IT-JobBank, criei uma folha de excel no Google Docs tal como uma vez vos disse como fazia e toca a mandar o CV revisto e editado tal como a apresentacão que já não me faz sentir tão arrogante (já deixei de ter idade para tal) mas que mostro que acho que sou o candidato ideal na mesma 🙂

No espaco de 2 semanas recebi 2 propostas de emprego com valores e regalias laborais (como alimentacao, seguro privado, pagamento da internet de casa, pensão, etc)… e ainda me faltam 2 meses para sair oficialmente do meu emprego!

Já tinha falado com o meu patrão um dia sobre o assunto e nunca mais me esqueci do que ele disse: “Se algum dia tiveres de procurar um emprego, procura-o enquanto tens emprego. Nós que recebemos o CV olhamos completamente diferente para esse tipo de pessoas.” – e assim fiz, e com resultados fantásticos!

Tenho até dia 24 deste mês para responder a estas 2 propostas, mas ainda tenho mais 2 entrevistas agendadas, pelo que depois edito este tópico com o resultado final.

Até lá, lembre-se: “Sorte não se tem, procura-se!”

Férias 2014

Já lá vai o tempo em que escrevia regularmente, mas o tempo vai passando e cada vez uso-o mais para a familia que para a internet, pelo que vou dando menos e menos tempo para o blog, pois não há grandes novidades.

Estas férias, pela primeira vez fizemos férias todos juntos e de carro desde casa (normalmente, eles vao de aviao e eu de carro sozinho).

Fomos descobrir algumas cidades da Alemanha, Áustria e Itália…

A vista do McDonalds
A vista do McDonalds a chegar à capital de Tyrol, Áustria… Innbruck é uma cidade rodeada pelos Alpes.

Foi uma viagem cansativa, pois estou habituado a fazer 16h de conducao seguida mas com os miudos, nunca fiz por passar das 5h de viagem sem ter um Hotel para descansar 🙂

Verão 2014
A nossa viagem de férias

Visitámos cidades como Berlin, Munique (a capital da Bavaria), Veneza, um pouco das regiões de Veneto e Toscana em Itália… à vinda para casa, mesmo dormindo em Frankfurt e Hamburg, já não tinhamos energias para visitar mais cidades, eheheh…

A vida na Dinamarca em 17 videos

Fica aqui uma compilacao de videos do Youtube sobre a vida na Dinamarca.
para quem quer ver todos os videos seguidos, fica aqui o link.

A família crescerá em 1 semana

Falta apenas 1 semana para que a família cresça, pois como mencionei no tópico anterior, vamos ter uma cadelinha 🙂

Já não está tão pequenina como quando nasceu, mas ainda é um cão pequeno, deixo-vos mais 2 fotos:

Nala

Comprámos também já umas coisinhas para ela, como o shampoo ecológico, alicate das unhas, etc. de um site nacional: http://www.petdreams.dk/

🙂

Para a semana já vos digo mais!

Béu béu

Já sonhava com ter cão faz anos, mas não é fácil e é uma maior responsabilidade que as criãncas, pois elas, entendem-nos e é nos mais fácil fazer entender. Há também um raciocínio que nós faz ter menos trabalho com os filhos… Não precisamos de acordar 1 hora mais cedo para passear com eles logo de manha, não temos de andar atrás deles porque fazem as necessidades pela casa toda (há fraldas), quando querem algo pedem e é fácil pelo tipo de choro saber o que precisam.

Eu enquanto bebé
Eu enquanto bebé

Mas foi desta, que decidimos completar a nossa família com um animal de estimação pois, com uma casa grande, possibilidades e o sonho de ter um animal de estimação, já não conseguia ficar sem este sonho por muito tempo.

Andei então a ver o “Jornal Ocasião” cá do sitio – www.dba.dk – e encontrei um Labrador raçado com Kleiner Münsterländer baratinho e super adorável como podem ver pela imagem do vendedor abaixo (é o da esquerda, preto com mancha branca no peito)

Vores Hund
o nosso futuro cão

Como ainda está na fase de amamentacão, está no dono até o próximo dia 21 de Outubro, altura que o vamos buscar. Depois logo vos direi mais 🙂

P.S. É uma menina 😉