04. a viagem (espanha e frança)


Antes de percorrer a Europa, toda gente me dizia, tem cuidado com a neve, já compraste as correntes de neve para o carro, vais apanhar muito mau tempo, é melhor que fiques por cá e vais depois no verão… Mas mesmo com todos a darem a sua ideia de viagem nós decidimos ir assim mesmo, carro cheio, atrelado cheio e muitos sonhos por concretizar.

Mesmo antes da fronteira Espanhola, parei e liguei para a companhia de seguros afim de integrar o atrelado na apólice pois a viagem podia-nos dar um pouco de coisas más (com tudo o que ouvimos… havia de esperar o pior). Então, depois de estar tudo direitinho lá começamos a grande viagem com um excelente tempo e temperaturas no exterior do carro de 1°C a -1°C, exterior pois lá dentro estava quentinho.

Fomos por Valladolid onde por não mais de 10 segundos vimos nevar, mas rapidamente parou e o entusiasmo de ver nevar pela primeira vez desvaneceu-se. Continuámos a caminho do país basco, onde surgiu chuva intensa, mas apenas por alguns minutos, não mais de 20 minutos, durante a passagem por tão montanhosa parte do pais sintonizámos uma estação basca… Credo! como se pode falar de maneira tão distinta dentro do mesmo pais? Não posso igualar o nosso Mirandês pois o pais basco não é apenas uma cidadezita, é enorme e com muitas cidades. A língua (euskadi) é terrível, não se semelha a nada e lembrámo-nos logo em como seria na Dinamarca. Depois de entrar em França a chuva veio-nos fazer de novo uma visita, mas desta vez mais miudinha e também por pouco tempo. O GPS era fantástico, só me enganei uma vez porque segui o que estava na placa em vez da indicação do GPS. Fiz metade da França de madrugada, fiz porque ela passou a viagem a dormir, segui por uma estrada que em cerca de 150km não vi carro algum na mesma via que eu, já pensava que estava perdido, mas o GPS lá dizia que estava na estrada certa… eram já 6 da manhã e por muito que quisesse chegar a Paris não consegui, conduzia à cerca de 18 horas seguidas, sabia que se dormisse antes de passar Paris ia apanhar todo o trânsito da cidade e seria difícil passar pela capital francesa. Parei numa estação de serviço e dormi durante 2 horas e meia. Custou-me imenso acordar, mas depois de acordado nada me fez adormecer pois vi Camiões limpa-neves pela primeira vez (são enormes!) e estava a colocar sal na estrada. As temperaturas não desciam dos -1°C num máximo de 5°C e não havia maneira de eu ver neve.

[em cima: o trânsito em Paris]

Ao chegar a Paris, o que achava que podia acontecer aconteceu, carros mais carros e ainda mais um pouco de carros! Estávamos no trânsito de quem quer entrar na grande cidade, a vontade de ver a famosa torre e o arco do Triunfo desapareceu completamente, dissemos que depois viríamos um fim de semana para ver toda a cidade. Depois de hora e meia no trânsito (por muito que dissesse ao GPS que queria evitar a estrada à frente e ele calculava-me novamente a melhor rota, essa estava cheia de trânsito novamente), chegámos então ao aeroporto Charles de Goule, e o aeroporto é fantástico, cheio de aviões enormes e tudo muito bem arranjado e conservado, passámos mesmo por baixo das pistas do aeroporto, pois a auto estrada para Lille passa por baixo em vez de contornar o aeroporto! Foi muito giro.

[em cima: a passagem por baixo das pistas do aeroporto da capital francesa]

Uma coisa que reparei, pois sou rapaz é que só em Paris contei mais de 60 veículos Renault Espace e Scenic (modelos novos) e só vi um único Fiat, o punto (modelo antigo), Renault e Pegeout são às centenas…..

[em cima: a única foto que consegui apanhar do TGV
e mesmo assim a fugir pelas ervas…]

Vi por 3 vezes o TGV e tentei tirar-lhe uma foto, mas o tempo de ligar e segurar a máquina digital era demasiado grande para conseguir uma boa foto… tudo o que consegui foi tirar foto às ervas, pois o comboio já tinha desaparecido (não que eu demorasse uma eternidade a ligar a máquina e a segurar mas um comboio a 270km/h não é fácil de apanhar).

Depois de várias centenas de quilómetros lá entrámos na Bélgica…

2 thoughts on “04. a viagem (espanha e frança)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s