já tenho passaporte

pela primeira vez, tenho passaporte 😀 e como é bonito… não é novos novos que em Agosto já vão andar a circular por aí (os que têm chip) mas tem um barco enorme a mostrar o tempo dos descobrimentos, lembram-se? quando eramos senhores e donos de meio mundo… e agora que apenas temos meia dúzia de grãos de areia… enfim…

este já trás tanto a fotografia como a assinatura digitalizada, todo muito bonito 🙂

preciso do passaporte pois amanha, 4ª feira, vou por dois dias à Noruega (depois coloco-vos fotos e um tópico sobre a viagem), em trabalho mas não deixa de ser uma viagem a um país fora da comunidade europeia e daí o ter a necessidade de ter o passaporte.

na 3ª feira passada fui à Embaixada… quando entro não rua que supostamente era a rua da Embaixada e não vejo qualquer bandeira nacional fiquei desmoralizado, mas depois de percorrer a rua de trás para a frente, de frente para trás, de ter entrado por 3 vezes numa lavandaria (1º a perguntar se sabia onde era, 2º se tinha uma lista telefónica com o numero de telefone e em 3º para agredecer a boa vontade) lá descobri que a embaixa tinha-se mudado recentemente e daí a não visualização da nossa querida bandeira nacional…
lá fui eu então à procura da nova localidade da embaixada, e descobri direitinho e à primeira… (usando o GPS claro) e lá estava ela a dançar ao sabor do vento vermelha e verde onde tantos significados que estas cores têm, mas linda 🙂 com aqueles castelos que nós… sim nós que sou alfaçinha 😉 conquistámos aos sacanas dos Mouros… aqueles que hoje em dia só gostam de areia e muitas mulheres… (…) onde ia eu? ahhh, a embaixada!
fui lá acima onde fui atendido em Português, pois está claro, e disseram-me que o passaporte seria emitido em 8 dias e o valor eram kr 350,00 mas se quisesse pagar mais uma taxa podia este ser emitido em 5 ou 3 dias consuante a urgência. como só queria o passaporte hoje disse que não valia apenas as urgências pois haveria mais que tempo para o emitir… cçaro que só 4ª feira é que descobri dos 5 dias de mini férias e fiquei um pouco preocupado com o assunto, mas disse para mim mesmo que não podia fazer nada e daí desinteresei-me pelo caso. A embaixada aqui tem um horário fantástico: dias úteis das 10.00 às 13.00. “maí nada!”

Mas ainda não vos contei tudo, paguei, preenchi, e quando me pediram 2 fotos… só dava uma pois como era para ser digitalizado tinha de ser grande e convinha ser recente (a que tinha tinha uns 2 anos), pedi informações e fui à procura da casa de fotografia que era ali pertinho… dasse! pertinho uma “gáita”! andei 40 minutos à procura da casa pois tinha-me dito “quando saíres viras à direita, depois à esquerda e na praça onde está a embaixada francesa… é lá ao pé”… credo, nunca tinha andado tanto.. e quando desisti e ia retornar à embaixada encontrei a casa, na mesma rua da embaixada! “é preciso…” bolas! entrei e perguntei se faziam fotografias na altura, na qual a resposta foi positiva com um senão… não havia papel para as imprimir, daí só no dia seguinte à tarde!… imaginem o que pensei né!

Voltei à embaixada a dizer que não dava para tirar fotografias e que vinha no dia seguinte entregar a foto, volto para o emprego e na rua perto de casa vejo uma loja da kodak, estacionei mesmo à frente e paguei kr 60,00 por 4 fotos tiradas por uma máquina digital e impressas em papel fotográfico! tenho de arranjar uma impressora daquelas e tiro fotos cá em casa!

Voltei novamente à embaixa e entreguei a foto… ufff! que correria, depois lá voltei para o emprego 🙂

ando com umas saudades da minha mota que nem imaginam! agora ve-se muitas motas aqui, grande e pequenas, os dias apesar de mais frios que aí estão óptimos para dar umas voltinhas e até trocar o veículo para a ida para o emprego, o senão de tudo é a falta de espaço para guardar a mota, na rua não a deixo!

fim de semana … enorme…

voçês vão ter um feriado pequinininho, nós aqui temos um enorme.

para começar, 5ª é feriado… 6^ª é feriado… sabado, domingo e 2ª é feriado 😀

5ª feria – Skærtorsdag (lê-se squeatôsdaí) > o dia da última ceia
6ª feira – Langfredag (lê-se lanfreidaí) > 6ª feira santa
sabado… – é sabado! não se trabalha 😛
domingo – Påskedag (lê-se pôskedaí) > dia de Páscoa
2ª feira – 2 Påskedag (ene pôskedaí) > 2º dia de Páscoa

ou seja, só vou trabalhar 3ª feira, eheheheh

queriam assim não queriam 😉

o primeiro mês

e quando dou pelo calendário já lá vai um mês inteirinho que estamos neste país nórdico, neste país gelado, neste país adiantado em mais uma hora… 🙂

então, aqui ficam as minhas conclusões sobre a Dinamarca, depois de cá estar um mês (para quando fizer um ano poder comparar)

TRÂNSITO

  • aqui não temos IC19 mas tambem temos algumas ruas/avenidas cheias de carros, mas andam! É um pára-arranca um pouco mais ligeirinho que a dita IC19.
  • o parque automóvel é mais que ultrepassado na generalidade mas existem muitos topos de gama que podes arregalar os olhos de vez em quando, também falando em generalidades, devem de ter cerca de 75% de automóveis a gasolina e 25% a gasóleo, pois vejo muito mais carros a gasolina.
  • exitem dois tipos de matriculas, as de fundo branco (dadas aos veículos normais, de passageiros) e as de fundo amarelo, que são os comerciais, ou seja, carros que não podem circular ao fim de semana (excepto se tiverem uma carta assinada pela entidade patronal a dizer isso e um seguro especial) ou carros que apenas têm 2 lugares… devem estar a pensar nos Corsa’s comerciais não é… aqui não há disso, temos Porche Cayanne Turbo de 2 lugares, VW Touareg V8 de 2 lugares!!!! (vi uma, um jipe da VW com 2 lugares mas motor a gasolina V8… imaginem o meu espanto!), temos Audi’s A4 Avant de 2 lugares, etc… ou seja, carros MUITO BONS mas apenas com 2 lugares… ridiculo não é!
  • somos obrigados a andar sempre com os médios acessos, seja de dia ou de noite, faça sol ou chuva… em Portugal tbm deveria ser assim, pelo menos acho que conseguiamos ver melhor o que se passa à nossa volta.
  • os semaforos, tal como muitos países da europa tem mais um passo que em Portugal não existe, o vermelho + amarelo, que é mostrado depois do vermelho e antes do verde… para podermos perder menos tempo a “meter” a mudança 😉
  • temos de ter muito cuidado com as Bicicletas… são imensas e em certos sitios têm prioridade sobre os veículos automóveis.
[ao lado: o carro do patrão! Porche Cayanne Turbo.
Reparem na matricula, é em fundo amarelo]
[ao lado: e por ter fundo amarelo, ou é comercial ou de

dois lugares… este é de apenas 2 lugares]

TRANSPORTES

  • Não posso falar muito sobre eles, pois nunca andei, mas são muitos e alguens enormes, não existe, como em PT os autocarros lagartixa, que têm o fole e mais metade de um autocarro, aqui existe autocarro e meio mas sem divisão, são tão compridos que os 2 eixos com 4 rodas atrás são direccionais, ou seja viram juntamente com as rodas da frente
  • Existe o sistema de Metropolitano de superficie (o comboio da cidade) e o comboio regional, o Metropolitano leva-nos até ao aeroporto e anda pela cidade e arredores, mas é carrisimo… um passa válido para um mês e para 5 zonas (por exemplo para eu ir de casa para o emprego) custa 130 Euros… mensais!
  • o melhor e maior meio de transporte nesta cidade é a par da cidade Holandesa Amerterdão a Bicicleta! pelas estatisticas, cerca de 1 milhão de bicicletas na cidade de Copenhaga. Acreditem… parecem formigas!

PEQUENO COMÉRCIO

  • Pequeno Comércio porque não existe grande comércio, não é possivel ter um Hipermercado para não ser desleal para com as lojas e zonas de pequeno comércio, até o supermercado no centro comercial é um supermercado tipo … mais pequeno que pingo-doce :-/ ou seja, quando quero alguma coisa que não comida, lá tenho de andar à procura da loja que venda isto ou aquilo 😦 o que é chato, depois de tantos anos habituado a querer algo e ir ao Feira Nova ou ao Continente….

SERVIÇOS

  • o único serviço que posso falar é a Biblioteca… tudo muito moderno, pois o nosso cartão (CPR) alem de banda magnética tem código de barras, e na primeira ida à Biblioteca registamos o nosso CPR e introduzimos um código de 4 digitos. A partir desse momento podemos levar o que quisermos e quando quisermos, e se estiver “alugado” por alguem, ficamos na lista de espera (é nos enviado um SMS ou Email a dizer que o artigo está disponivel para levantamento), tem máquinas semi-automáticas de registo e de devolução de artigos, só temos de escolher, levar à máquina, dizer que queremos alugar, colocar o cartão, marcar o pin e passar os códigos de barras dos artigos na máquina (tipo o que existe na Fnac para pagamento), só que aqui é tudo gratuito…. eheheh, bem… pago 38% do ordenado para o estado.. por isso deve de lá estar isso de certeza 😉

[ao lado:
em cima – cartão de permissão residencia e trabalho,
em baixo – cartão de saúde/serviços -> o malvadado CPR :-)]

MULHERES

  • as mulheres…. aiiiiii… (leia-se com suspiro), não me venham dizer que não gostam de mulheres louras (ou loiras), mesmo com esses gostos elas são de cortar a respiração… e agora que o tempo começa a permitir, andam de bicicleta com calçõeszitos curtos… Aqui temos de tudo, bonitas, lindas, fantásticas, fabulosas, boas, magnificas… é só escolher 🙂
  • para quem acredita em Deus, acho que a namorada dele era Escandinava, de certeza absoluta!!!

HABITAÇÃO

  • é dificil encontrar a casa dos nossos sonhos na cidade, principalmente com a ideia deles de casa de banho 😦 Mas descobri porque é que as casas não têm uma casa de banho digna desse nome, é que antigamente, quando a cidade foi construida, havia casas de banhos públicas nas ruas, onde o cidadão iria fazer as suas necessidades e limpar o quer que seja do seu corpo, e então as casas não eram construidas com casa de banho. Só agora, que chegámos à altura das modernices, é que colocaram saneamento nos prédios e nu lugar onde era a despensa, tiraram as prateleiras e colocaram uma sanita, pois tambem não daria para muito mais…
  • as rendas comparadas com o centro lisboeta não são assim por aí além, o valor mensal de um apartamento com uma sala e um quarto (wc + cozinha) anda à volta de 5000kr [665, 00 ?] o que não é muito mais ou menos que o que se pede em Lisboa por um T1 usado com mobilia.
  • como as casas são muito antigas, é raro ver alguma com elevador… a nossa casa é um 5º andar sem elevador! levo mais tempo a subir as escadas até casa que a vir do emprego para casa em hora de ponta, ehehehe…

EMPREGO

  • para quem acha que é dificil de encontrar um emprego num país estrangeiro e sem falar a lingua nativa desse país, está redondamente enganado. Tanto eu como ela encontrámos emprego no final da 1ª semana de estadia, ela no hotel e eu aqui na Filterqueen Scandinavia.
  • Aqui quase toda a gente fala ingles e como ambos sabemos bem o ingles, não temos qualquer dificuldade em “mover-nos”.

OS DESCONTOS

  • Não se ganha nada mal… comparando com PT claro, e os descontos afinal não são assim tantos como pensava (afinal não se desconta 40% no valor ganho).
  • Eu explico então. Assim que nos registamos no SKAT (departamento de taxas e impostos dinamarquês) dão nos um papel com a percentagem de desconto e o valor que ganhamos sem taxas aplicadas, no meu caso:
    desconto 38%
    é me retirado de descontos: 182/dia, 1281/semana, 2562/semana, 5551/mêsSendo assim:
    kr 15 000,00
    – kr 83,10 >> ATP-bidrag (pensão, valor fixo que depois é me dado quando me reformar)
    —————-
    kr 14 916,90
    – kr 1 193,35 >>
    8% Arbejdsmarkedssbidrag (8% para o consórcio do mercado laboral)
    —————-
    kr 13 723,55
    –> coloca-se de lado kr 5 551,00
    (que é o valor dado pelo SKAT pois trabalhei um mês, este valor é mais tarde adicionado ao total)

    kr 8 172,55
    – kr 3 105,57 >> 38% A-Skat (os 38% que desconto para o Estado)
    —————–
    kr 5 066,98
    + kr 5 551,00
    —————–
    kr 10 617,98 –> valor líquido a receber [+/ 1 415,70 Euros]

    ou seja, de 2000 Euros mensais, desconto 585 Euros, o que é practicamente quase o mesmo quando estava em Portugal (515 Euros) mas também e ganhava um pouco menos em termos de salário bruto, e aqui, claro existe uma grande vantagem… os serviços gratuitos, ou seja, pago 585 Euros mensais mas não pago serviços escolares para meus filhos, nem para mim – por exemplo, tenho 3 anos gratuitos na escola de linguas afim de ter aulas de Dinamarques, o serviço de saúde é também gratuito, nem taxas moderadoras pagamos 😛

    conclusão principal: Aqui na Dinamarca ganha-se muito bem e têm-se muitas regalias.

ESTRANGEIROS

  • o que temos em Portugal de descendentes africanos, têm eles aqui de Asiáticos/Leste Europeu – Turquia, Somália e descendentes dos paises de Alá principalmente, estão em todo o lado… são piores que formigas, eheheh.
  • 75% dos taxistas são estrangeiros com sistema de GPS no carro 🙂

A LÍNGUA

  • bolas! é esquesita à brava, basta dizer que é germânica, eheheh. Aqui temos 3 novas letras que não encontramos no nosso dicionário tradicional:æ – na fala tem o valor de “é”
    å – na fala tem o valor de “ó”
    ø – esta é a pior, tem 3 sons distintos consuante onde estiver na frase, mas todos relacioandos um pouco com o “o”

    e têm 2 letras que com sons diferentes do vulgar

    j – lê-se “i”
    y – lê-se “u”

    depois quando se juntam algumas letras o valor de cada uma é susbtituido por outro

    deg – lê-se dâi (como em ingles day- por exemplo Fredag = fredâi (significa sexta-feira))
    ej – lê-se ái (por exemplo vej = vái que significa rua)

    … deve de haver mais, mas ainda não descobri 😉

  • já pedi à biblioteca o cd de aprender dinamarquês, vamos lá ver o que vai dar… acho que o mais importante são os números e as pequenas frases de conviniencia, o bom dia, boa tarde, dias da semana, olá, adeus…

finalmente o dito cartão

…foi desta!

neste sabado com grande alegria recebi o meu cartão de segurança social/contribuinte/identidade, tudo num só cartão com banda magnética, amerelo para dar nas vistas e não esqueçer onde o coloquei 🙂

o cartão conta, alem do meu nome e morada com a morada e telefone da clinica médica onde posso ir à consulta gratuitamente, amanha (2ª feira) vou tratar dos impostos, ou seja, saber quanto vou pagar ao estado Dinamarques para que tenha tudo legal… vou também abrir uma conta no Danske Bank (Banco da Dinamarca) afim de poder receber o meu ordenado e quando precisar de crédito para a casa, poder contar com eles para esse fim.

Mas além de receber o cartão de identificação, no Sábado logo cedinho (08.00h) fomos a um leilão da policia, onde eles vendem as bicicletas que nunca foram levantadas pelos proprietários, todos os meses num sábado fazem um leilão, onde as pessoas têm a possibilidade de poder adquirir bicicletas em estado razoavel por um bom preço (em relação às lojas), para nos ajudar na tradução dos preços pedi a uma colega de trabalho que nos ajudasse e ela lá apareceu de manha (o leilão é perto onde mora), e ficámos com a 2ª bicicleta do leilão por 800kr + 24% imposto, ou seja quase 1000kr (130 euros, mais coisa menos coisa). Ela lá tentou andar, mas uiiiii como anda mal! fiquei com receio mas ela irá aprender a andar como deve de ser e o mais importante, a andar na via pública.

a bicicleta é impecável, tem um guiador, dois pedais, duas rodas com pneus e algum ar lá dentro, eheheheh… tou a brincar 🙂 mas é mesmo impecável basta dizer a marca “MUSTANG”, é creme/branca com um cesto à frente, mudanças e um travão esquesito a trás… eles têm um sistema que, como nunca tinha visto é novidade para mim, o travão da roda traseira não está situado no guiador tal como acontece com as nossas bicicletas “normais”, mas sim nos pedais… ou seja, se pedalarmos para a frente a bicicleta anda (como é lógico), se não pedalarmos a bicicleta em velocidade continua a andar (mais uma vez, é lógico e até aqui tudo igual às nossas)… mas quando pedalamos para tras, em vez de ouvirmos aquele som caracteristico da corrente travamos a roda de trás! giro né!?

no domingo saimos de casa para ver se andavamos um pouco de bicicleta, mas como tava a chover (aquela chuva “molha-parvos”) não fomos andar de bicicleta mas fomos a um centro comercial que têm a este da cidade, é tipo Cascais Shopping, com Supermercado (aqui não existe Hipermercados para não ser desleal para com o comércio tradicional), é muito agradável, os preços são pequinininhos comparados com os nossos da cidade de Lisboa, tem muita coisa em saldo e aproveitamos, ela comprou um blusão sem mangas (muito bonito) por 100 coroas (13 euros) e um sapatos pretos confortáveis para trabalhar, pois passar 8 horas em pé é no minimo um pesadelo para os pés, por 280 coroas. Antes de sair deu para beber um cappuccino e um bolo enorme de chantilly e morango.

Uma coisa a mencionar depois de uma tarde no centro comercial: As mulheres são líndissimas! lindas de deixar a boca aberta, pele branca e brilhante, altas (tipo Torre Eifel), com tudo no sitio por onde queiramos olhar, lourinhas mas muito inteligentes, numa palavra…. fantásticas! sempre tive a ideia que era bonitinhas, as escandinávas, mas nunca assim tão bonitas… bonitas e altas! Mas tenho de afirmar, tenho uma mulher à altura delas todas 🙂

depois viemos para casa com as compras e não saimos daqui, pois continuava a chuva miudinha… bolas! não deu para dar uma voltinha de “bina” 🙂

agora vou falar de música… conhecem Michael Bublé? não…? pois, eu também não, até que vi um episódio da série “Las Vegas” e ele era um dos artistas convidados a intrepertar ele próprio, e sabem o que gostei… da música dele… e especialmente da voz, é muito parecida com a do Frank Sinatra, até que ele dá muitos show’s com várias músicas dele. Então na altura como não me lembrava do nome dele (não tinha escrito em lado nenhum, mas sabia que tinha a voz parecida com a do Frank Sinatra, ainda em Portugal, fui à Fanc e perguntei se conheciam um artista que as actuações era parecidas com as do Frank e que não sabia de mais nada, e eles no bom entender deles lá diseram: Jamie Cullem… ok disse eu, lá comprei o album do Jamie… mas quando o coloquei a tocar, não era bem a mesma coisa… mas como me tinham dito aquilo, lá deixei… e fui ouvindo, que também não era nada mau, por sinal e o tipo de musica era parecido… umas mistura de jazz com pop.

hoje à tarde ela veio-me dizer que o nome do artista que tinha visto na série era Michael Bublé e não Jamie Cullen como pensava, pois o mesmo episódio volto a dar na FOX Life 🙂
Ora, com o computador quase sempre ligado, foi rápido até ter 3 albuns dele, e acreditem, é mesmo muito bom, e como gostei vou comprar o album pela net assim que fizer uma encomenda na amazon.co.uk … podem ouvir algumas musicas no site oficial dele em www.michaelbuble.com, acho a musica HOME muito bonita e com um sentido formidável! Deixem carregar a página toda e depois no canto superior direito teram um mini-leitor, cliquem no play e no foward para acharem a música… não se vão arrepender, se claro, gostarem do género de musica 🙂