dia de S. Valentim


e quando olhamos para o calendário já temos uma ano mais, o natal parece que foi ontem e por aqui as férias na Roménia/Eslováquia e Austria ainda estão na memoria como se ontem tivesse mos lá, mas não, infelizmente o tempo passa a correr e não tem maneira como o apanhar, mesmo que fiquemos a olhar para ele e a fazer força que ele passe devagar, não à nada a fazer!

e assim chegamos a mais um 14 de Fevereiro, cheio de montras enfeitadas, cheio de promoções para “elas” (ainda gostava de saber quando é que os criativos de Marketing se lembram de nós, os homens, pois 85% do que se encontra em publicidade e montras é “coisas de mulher”, já ninguem faz promoção a uma boa consola de jogos, uma caixa de ferramentas completa com mais de 500 artigos onde inclua algo que nós homens possamos pensar “isto vai dar um jeitão naquilo que tenho de fazer lá em casa” (e mesmo que fique na prateleira a ganhar pó, porque dizemos que ainda não temos a ferramenta certa) devia de haver publicidade para homens!

emfim… as mulheres, quer queiramos quer não, ganham em (quase) tudo. 🙂

deixo-vos aqui uma imagem tirada por mim hoje para o dia de amanha, o 14 de Fevereiro de 2007, a imagem diz tudo 🙂

espero que gostem tanto como eu: A todos, um dia fantástico de São Valentim!

Valentines Day 2007

5 thoughts on “dia de S. Valentim

  1. Nunca gostei do dia de S.Valentim! Não tem piada nenhuma e odeio aquelas mariquices cheias de coraçãozinhos, medonho!
    Também hoje em dia há dias para tudo! Só falta o dia de “porra nenhuma”! hahahaha

  2. eu ofereci-lhe um livro sobre “como criar uma criança” que fala nos cuidados a ter com o bebe desde que nasce até aos 4/5 anos…

    ela diz que adorou e tenho de confiar no que me diz pois eu nem ler o titulo sei 😦
    recebi uma caixa de bombons para ajudar a “dieta” diária, eheheh

    trocámos também postais muito bonitos com dizeres do coração 😀

  3. Sim, já sei, a dita data foi-se! Aceito a ideia, do “dia de porra nenhuma”, gostei. rs
    Assim, revi os meus pensares. Não quis escrevinhar sobre o amor. Faço-o nos momentos do “a-cor-dar” e, descanso, nos momentos em que cabeceio. Apliquei-me noutros caminhos, aqui deixo o meu cunho!

    1 – Dá valor ao que tens, esquece o que não tens.
    2 – Nós não precisamos de muita coisa, só precisamos uns dos outros.
    3 – Um guerreiro não passa seus dias tentando representar o papel que os outros escolheram para ele.

    Abraços e saudades renovadas. (jl)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s