esquecer o que está para trás

antes de iniciar este tópico, quer agradecer a todos que me deram animo sobre o tópico anterior… acho que tudo acontece porque tem de acontecer, foi por isso que a S. veio da Roménia para Portugal… para que nos podêssemos encontrar!
tenho este pensamento na minha querida carrinha, e espero que um dia mais tarde verei o significado de perder tal preciosidade (mesmo chapa, tem excelentes memórias!).

este fim de semana que passou foi de rastos! nada como trabalhar no duro para esquecer as tristezas, e assim foi…

desde já deixo a minha impressão que o nosso vizinho não é Dinamarquês mesmo que ele o jure a pés juntos! É demasiado simpático e bondoso para nós, acho que é Português !!!

este fim de semana foi fantástico, damos-nos muito bem com os vizinhos 8eles têm 3 filhos, 2 delas, 1 dele, nenhum dos dois, todos com mais de 12 anos e menos de 16) , e alem de o ir ajudar nas mudanças ainda existentes do apartamento antigo, deram-nos imensas mobílias! 2 camas, 1 aparador, 1 vitrine para loiça, 2 estantes, 2 mesas, etc… até um telemóvel da Nokia!!! que ando agora com ele 🙂

talvez isto tudo venha da minha (nossa) parte de os ajudar a eles, deram-me um PC [P4 1.5Mhz da Dell] e eu vou trocar com o mais velho pelo AMD que ele tem, que é fraquinho para jogar (só preciso do PC para testar Linux e coisas do genero) de limpar a “porcaria” dos pc’s deles, de os ensinar umas coisitas, etc … mundo da informática é comigo! mas foi muito bom, e agora relação que temos com eles é muito, muito boa 🙂 mas claro.. nunca estragar o que existe.

nestes fim de semana que vêm vamos a um Karting’zito… depois conto-vos 😉

mas isto foi fora de portas, pois dentro de portas chateei-me a sério com a casa de banho !!! simplesmente fartei-me dos Dinamarqueses e de esperar por um orçamento, deixo estar tudo na mesma e acabo eu próprio o chão

[foto 1: o antes…]
WC (I)
[foto 2: o durante…]WC (II)
[foto 3: …depois]
WC (III)

digam lá, para quem nunca pegou em cimento na vida, está um mimo!!!
eheheheh…

mas agora, tenho as mãos que nem as mostro a ninguem 😦 e as pernas completamente doridas das mudanças! 😦

mas pelos menos esqueci-me um pouco da “tragédia”.

desolação total

esta semana tem sido terrível! estou completamente triste, desolado, quase quase choramingas e pior de tudo… sem gosto por voltar a conduzir 😦

o pior aconteceu, e como se diz, só acontece a quem anda na estrada, e é lá que se dão os acidentes… sejam eles pequenos ou grandes, com sustos ou não, a verdade é que eles acontecem, e como já tinha colocado no tópico anterior, fui “prendado” com um, num local “estupidamente” difícil de imaginar um acidente, mas ele lá estava à minha espera!

travar, ver as coisas a acontecer mais devagar que o normal, bater, e chamar todos os nomes possíveis e imaginários ao “FDP” do dinamarquês que não parou, nem sequer abrandou no sinal de perca de prioridade!!

mas como vos estava a dizer, o pior aconteceu, e afinal o que foi uma batida pequena que apenas amachucou a frente do meu popó, acabou por ser mais complicada que a primeira “vistoria” de quem não percebe nada de bate-chapas…

o valor da reparação ultrapassa as 100 000 coroas dinamarquesas, e uma vez que o meu carro tem matricula Portuguesa (e com muito orgulho) o valor do mesmo aqui é de apenas 112 500, e assim ultrapassa os 65% do valor comercial do veículo no dia do acidente.

conclusão: perca total! 😦

estou desolado! completamente abatido!

o carro dos meus sonhos, o carro para levar os amigos todos à praia (eram 7 lugares muito confortáveis) e para passear com todos, o que me fazia conduzir carros (nunca gostei de conduzir veículos automóveis, são caixas de fósforos sem liberdade de movimentos!), aquele que eu um dia disse, Vou dar no duro, mas vou comprar um! vou realizar este meu sonho, mesmo carro usado, é este que quero! e assim foi, com muita felicidade tive-o por 2 anos e meio, nunca esquecerei o que aconteceu fora e dentro dele, as viagens que fiz, os amigos que levei (incluído vários pelo CouchSurfing), nada me fez mais feliz nessa altura… por água abaixo 😦

o valor que me vão dar do carro, apenas dá (pelo menos isso) para pagar o resto do crédito que ainda tinha sobre a sua aquisição, ou seja, se quero comprar outro igual, são precisos mais 6 anos de crédito (ser pobre tem destas coisas)! resposta agora: Não, muito obrigado, hoje há outras prioridades!

como já tinha colocado num tópico anteriormente, “Não se pode ter sempre sorte”, e não podia ter mais razão.

aqui ficam os links de dois filmes recentes que fiz com ela (a carrinha), e algumas fotos para a posterioridade, ahhhh… saudades!

– Neve a cair (no YouTube)
– À noite… (no Google Videos)
– …na manhã seguinte (no Google Videos)

Ficarás sempre no coração, pois foi contigo que vim à procura de uma nova vida, uma nova maneira de criar uma família, a maneira que eu sempre quis… Obrigado.

Notas adicionais
:
1. o acidente foi no dia 28, nesta minha vida, para alem de fazer anos no dia 28, foi o 4 acidente que tive num dia 28… é este o meu número de “sorte” ?
2. este é o tópico nº 100 ! (e eu que pensava que ia colcoar um tópico todo bonitinho a fazer juz aos outros 99 que já tinha colocado)

mais um record!

nos tempos que correm, é difícil superar records, pois eles estão sempre muito longe de serem alcançados pelo mero ser humano, lá de vez em quando, aparece um rapazola que quebra mais um record, mas claro… sempre que são seres humanos, todos dizem (ou pensam) o mesmo: “dopado também eu conseguiria”.

aconteceu “n” vezes e não é desta que não deixa de acontecer, desde o amado por uns e odiado por outros Lance Armstrong até ao nosso conhecido Fernando Couto.

mas… e quando não é um ser humano a bater um record mas sim uma máquina? hummm… gasolina dopada? e neste particular caso, até se move a corrente eléctrica! e que “movimento”! são quase 575 km percorridos numa única hora… Lisboa – Porto em menos de 45 minutos !!!

claro que vos falo do tão conhecido Train à Grande Vitesse (em francês, Comboio de alta velocidade), o tal que tem dado tanta polémica aos Portugueses…

deixo-vos aqui um pequeno vídeo do feito, realizado no dia 3 de Abril, são 574,8 Km/h… é obra !