esquecer o que está para trás


antes de iniciar este tópico, quer agradecer a todos que me deram animo sobre o tópico anterior… acho que tudo acontece porque tem de acontecer, foi por isso que a S. veio da Roménia para Portugal… para que nos podêssemos encontrar!
tenho este pensamento na minha querida carrinha, e espero que um dia mais tarde verei o significado de perder tal preciosidade (mesmo chapa, tem excelentes memórias!).

este fim de semana que passou foi de rastos! nada como trabalhar no duro para esquecer as tristezas, e assim foi…

desde já deixo a minha impressão que o nosso vizinho não é Dinamarquês mesmo que ele o jure a pés juntos! É demasiado simpático e bondoso para nós, acho que é Português !!!

este fim de semana foi fantástico, damos-nos muito bem com os vizinhos 8eles têm 3 filhos, 2 delas, 1 dele, nenhum dos dois, todos com mais de 12 anos e menos de 16) , e alem de o ir ajudar nas mudanças ainda existentes do apartamento antigo, deram-nos imensas mobílias! 2 camas, 1 aparador, 1 vitrine para loiça, 2 estantes, 2 mesas, etc… até um telemóvel da Nokia!!! que ando agora com ele 🙂

talvez isto tudo venha da minha (nossa) parte de os ajudar a eles, deram-me um PC [P4 1.5Mhz da Dell] e eu vou trocar com o mais velho pelo AMD que ele tem, que é fraquinho para jogar (só preciso do PC para testar Linux e coisas do genero) de limpar a “porcaria” dos pc’s deles, de os ensinar umas coisitas, etc … mundo da informática é comigo! mas foi muito bom, e agora relação que temos com eles é muito, muito boa 🙂 mas claro.. nunca estragar o que existe.

nestes fim de semana que vêm vamos a um Karting’zito… depois conto-vos 😉

mas isto foi fora de portas, pois dentro de portas chateei-me a sério com a casa de banho !!! simplesmente fartei-me dos Dinamarqueses e de esperar por um orçamento, deixo estar tudo na mesma e acabo eu próprio o chão

[foto 1: o antes…]
WC (I)
[foto 2: o durante…]WC (II)
[foto 3: …depois]
WC (III)

digam lá, para quem nunca pegou em cimento na vida, está um mimo!!!
eheheheh…

mas agora, tenho as mãos que nem as mostro a ninguem 😦 e as pernas completamente doridas das mudanças! 😦

mas pelos menos esqueci-me um pouco da “tragédia”.

4 thoughts on “esquecer o que está para trás

  1. Bem, que trabalheira que tiveste! Agora vamos ver se acabas o que começaste… É que, se fores como o J. (que raramente acaba o que começa), a Stefania bem pode esperar sentada por utilizar a casa de banho! ;-P

  2. Sinto-me impotente para resolver esse imbróglio da carrinha. Mas, dasssss.. lembras-te daquele sótão que eu fiz todo em madeira lá no Prior Velho? ehehehe
    Não precisei de carpinteiros. Somos de um nascer de coragens e de frentes construídas com o labor e energias cheias de fulgor. Onde uns perdem, nós ganhamos.
    Sorri. Eu sorrio. Acredita. “Nada acontece por acaso.”.
    Abraços para os dois e uma ternurenta carícia na Catarina. rss (jl)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s