Aniversário inesperado


como já se prenounciou (eu ia só escrever um tópico depois de se ir embora – assim não me podia bater, eheeh) eu fao um pouco da vina do L. à Dinamarca.

aproveitando uma viagem de trabalho à capital holandesa, e estando a pensar em imigrar pois como todos sabem que as dificuldades de ter uma vida agradavél em PT cada vez são menores se não conhecermos a pessoa(s) certa(s), veio cá ver as condições para a familia. De salientar que a familia do L. é constituida por ele, esposa e 3 filhos… 14, 7 e 1 ano, em que a de 7 anos, tem problemas tanto a nivel motor como psicológico e requer muito cuidado especial.

a ideia era vir, encontrar casa e emprego para ambos os adultos, dar uma volta na vida escolar do rapaz de 14 anos que por não mostrar interesse na escola (não que seja ele, mas a escola não lhe oferece nada que o cative, e assim a cada ano que passa, torna-se mais dificil para ele aceitar a escola, e consequencias deste facto reprovou o 8º ano), dar um maior apoio à vida atribulada da menina de 7 anos, e claro, proporcionr a todos uma vida mais estavel… daquelas em que não se chega ao final do mes a contar os tostões para pagar contas.

Cuidados especiais

Não é dificil de imaginar que um país com um dos maiores graus de apoio infantil nõ tivesse qualquer apoio a crianças que requerem cuidados especais, e assim sendo na 6ª feira tirei o dia para andar com o L. a ver instituições com esses cuidados.

Depois de antes de chegar termos trocado correspondencia electronica com uma representante da camara de Copenhaga (Kobenhavn Komune – http://www.kk.dk) e de nos ter dito que só no distrio de copenhaga existiam 7 instituições especializadas para o efeito com cerca de 170 lugares disponiveis, algo nos disse que não era pela menina que se deveriam de preocupar se o destino fosse este pais.

Fomos então a uma das instituições e quando lá chegámos gostámos muito do ambiente, mas não era para a S., pois sendo uma menina com 7 anos de idade, tem, por lei, de ir para uma escola “normal”, “normal” pois é uma escola que ensina tal como o ensino normal, mas com “mais paciencia”, e com muito mais apoio individual, com terapias, etc…

o L. assustou-se um pouco: “A S. numa escola normal? Não é que seja mau, mas como a podem ensinar… se ela nem mexe as mãos e não fala…?”, eu tambem fiquei um pouco com a mesma pergunta, mas lá fomos nós com a morada num papel e o GPS no telemovel à procura da escola “normal” 🙂

Assim que chegámos, disseram-nos que era o último dia de aulas, pois entram de férias escolares e a pessoa indicada não estava pois já se tinha ido embora, mas logo logo encontraram-nos uma pessoa para responder a algumas perguntas que tinhamos.

o “normal” é mesmo normal, pois eles tetam ensinar o que está no programa escolar, mas cada caso é um caso, e mesmo não tento aquela escola que visitamos terapias mais “elaboradas” a sra. disse nos que havia noutras escolas e assim, depois de respostas dadas às nossas perguntas, ficámos com a certeza da ideia que tinhamos no inicio…. a menina, não é problema algum, pois aqui, há cuidados especiais nos quais gostamos imenso!

Ahhh, já vos disse que não se paga a instituiçao? e que vão a buscar e levar a casa sem qualquer encargo extra? Pois é, como já venho a dizer por várias vezes, é óptimo para impostos altos, pois aqui, vemo-os aplicados e quando precisamos, o estado está lá!

(Não quero dizer com isto que o nosso sistema Portugues é mau, há muitas opiniões sobre o assunto, a minha é que o actual primeiro ministro está a tentar “lutar” para tal, mas para chegar a tal sistema, é preciso muito, e um dos maiores problemas actuais, somos nós mesmo, pois estamos habituados “à mama” e agora que nos tiram quase tudo, queixamo-nos… eu digo… deixem o homem trabalhar, ele faz com que o país vá mais longe… problema maior é que o povo não gosta de abdicar apenas de “comer” e por isso… logo logo mete o PSD no governo, depois… voltamos ao mesmo pois estragará tudo a que o actual governo está a tentar fazer)

mas é apenas a minha opinião, tal como cada um tem a sua… não comentem a minha opinião politca por favor, iamos ter uma enorme “concorrencia” para no final ficarmos todos na mesma 🙂

O Aniversário

com tanta coisa, ainda não falei do tópico…
ontem (domingo) era dia do L. se regressr a Amesterdão e depois a Lisboa… depois de no mesmo dia ter “gozado” comigo por eu já ter perdido 2 aviões… não é que ele perdeu o avião de regresso!!!
todos nós tinhamos em mente que tinha voo às 22h30, eu ainda recebi mensagem do Google 24h antes a confirmar que era mais cedo mas nem a li, apenas a apaguei, com o passar do tempo ninguem se lembrou de ver o horário do voo, e quado estavamos a meter as malas no carro… caiu o mundo ao L.!

tantos dias longe da familia, a esposa sozinha com as 3 crianças não é fácil, a nostalgia sentia-se no dia a dia, mas assim… bolas!

lá conseguimos um viagem por 250,00 Euros (kr 1800,00) via Bruxelas no dia 2 (quarta feira) pois todos os voos que existiam para hoje (2ª feira) e amanha, os preços começam nos 800 Euros – só há classe Business.

assim sendo, hoje é dia de aniversário do L. e ele vai passar o dia conosco 🙂

as minhas desculpas e da S. à familia do L. pois tendo aquela hora na cabeça e pensando que era a hora certa, nunca nos ocurreu de ir confirmar 😦

mais fotos do L. no FlickR.

Parabens L. !

One thought on “Aniversário inesperado

  1. Parabéns BRUNO e S. Tenho muito orgulho por pertencer ao vosso grupo de amigos. Não sei o que te diga, mas o facto de ajudares o Luis e tantos outros que já passaram por aí.. tenho que dizer.. ÉS FANTÁSTICO. Merecem o melhor. Bem-haja aos três.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s