a procura de emprego: parte 2


desde o dia 3 de Novembro (2a feira) que ataquei os anúncios online do portal IT-JobBank que é um dos maiores portais de IT que conheço aqui neste país.

mas serve este tópico para vos dizer e demonstrar que a procura de emprego pode ser parecida com a da terra natal, mas o procedimento de uma candidatura não tem nada a ver com a realidade (na minha altura) de Portugal.

Em Portugal o maximo que se ía era a 2 entrevistas, mas sabia-se que se fossemos à 2ª entrevista estavamos com 90% de hipoteses de obter o emprego.

Aqui… bem, aqui são sempre 3! A 1ª para falar sobre o CV, trabalhos realizados, dar a conhecer a empresa, etc… a 2ª para tomar um maior conhecimento das aptidões do candidato com alguns testes, a 3ª é para falar sobre com que caneta se quer assinar o contracto 😉

Mas o pior de tudo é que ao concorrer hoje, a 1ª entrevista é só marcada para cerca de 4 semanas depois, e até lá não sabemos sequer se vamos ou não à 1ª entrevista… e isto é com a generalidade das empresas 😦 O que vale é que o subsidio de desemprego (existem 2 tipos – falarei mais abaixo) não é muito baixo 🙂

Deixo-vos aqui o que uma empresa grande na Dinamarca, a EDC, escreve nos emails em resposta a uma candidatura, e não deixem de verificar a parte de referência que aqui, sem referências é algo chato de encontrar emprego.

Dear Bruno Alexandre

Thank you for your application for above mentioned job.

Applications are reviewed continuously and you will be hearing from us within 4 weeks.

Sincerely yours


[nome da pessoa que enviou]
EDC gruppen a/s
Mynstersvej 5
1827 Frederiksberg C
Tlf. 3326 7777

Applicant’s information

The purpose of this information is for you to gain insight into

the procedure in connection with your application.


The application

You have sent an application for a vacant position with the

EDC chain office. Your application will be reviewed by the

hiring manager and – in connection with filling certain positions –

also by the HR function of the EDC Group.


The first interview

At the first interview you will be introduced to the job and to EDC.

You will be given the opportunity to ask elaborating questions to

ensure that the basis for a decision to change jobs is optimal.

At the first interview the hiring manager will participate and –

depending upon the position you have applied for – also

employees from the department in question together with the

HR function of the EDC Group. You will be given the opportunity

to go through your resume, and we will elaborate on your

competences and expectations to the job and the tasks.

It is important that we together view your personal and

professional competences in order for both you and EDC to

gain a thorough basis for the decision of you matching the job

and thriving.


The second interview

If you match to job – both personally and professionally – you will

be invited to a second interview. Before the interview you will

receive a mail with confirmation of the interview, and a link to the

Extended DISC Personal Profile Analysis. At the interview both the

hiring manager and the HR function will participate. You will get

feedback on the Personal Profile Analysis and you will be given

the opportunity to inquire further about the job, the department

and potential future colleagues.


References

Provided that both parts are interested in continuing the dialog

after the second interview, we will obtain references with persons of

your choice, who appears to know your personal and

professional profile. These persons can be leaders, colleagues

and collaborators from your previous jobs. You are to inform us

about references and we contact them only in agreement with you.

Subsidio de desemprego

Aqui, o sistema social Dinamarquês dá a duas opções aos cidadãos para obter o subcidio de desemprego. Por lei o cidadão tem direito ao KontantHjelp ([Contant-iélpe] Ajuda monetária) que é um subsidio até cerca de 11.500 dkk (1.550 Euros) mensais antes de impostos.

Existe tambem o Dagpenge ([Dáupingue] Dinheiro Diário) que está associado a uma entidade sindical (no meu caso HK) no qual se paga cerca de 350 kr. (45 Euros) mensais e esta opção dá num total mensal de 15.232,00 kr. (2.050 Euros) antes de impostos.

Aqui demostro apenas os máximos e a tempo inteiro, pelo que o calculo é baseado com o que o cidadão recebia e o valor “livre de impostos”, mas o mais importante é que pode-se obter subsidio completo mesmo antes de fazer 12 meses desde que se teve o anterior (como acho que é em PT – pelo menos era à 3 anos), ou seja, quando se acaba de receber o subsidio de desmprego, só depois de 12 meses é que se pode obter de novo ajuda … aqui felizmente não é assim 🙂

Roménia

Como já tinha dito, de 8 a 18 de Novembro vou à Roménia sozinho para finalizar o meu sorrizo lindo (eheheh) 🙂

Depois coloco aqui a experiencia

4 thoughts on “a procura de emprego: parte 2

  1. Olá Bruno, boa noite.

    Foi com imensa surpresa e satisfação que deparei com este Blog em que descreves de uma forma simpática e detalhada q.b. a saga sobre a tua “aventura” em terras Dinamarquesas. O meu bem-haja por tudo o que descreves aqui.

    O curioso disto é que estou a 10 ou 15 dias de para aí embarcar com a minha esposa e começar a minha vida de novo por essa terra simpática. Curioso também é o facto de trabalhar na mesma área profissional que tu e mais curioso ainda, o facto de também ter tido um acidente com o meu pé esquerdo, em tudo semelhante ao que relataste sobre o teu. Ui ui, dói que se farta!… Não desejo a ninguém nada disto.

    Uma vez que, se possível, gostaria de trocar algumas impressões mais pessoais e detalhadas contigo e que ultrapassam o âmbito do texto público de um blog, agradecia que me contactasses para o meu email para assim, se o achares conveniente, podermos estabelecer um canal de diálogo mais estreito.

    Os meus parabéns por este Blog (que me fizeram dissipar quaisquer dúvidas que pudesse ter sobre me mudar definitivamente para Copenhaga), votos de boa sorte para vós e um abraço.

    Joaquim Gil

  2. Olá Bruno, sou português, mais propriamente da cidade de Braga. Entrei aqui na Dinamarca no dia 31 de Marco de 2010, estou a procura de emprego. Não falo dinamarquês. Mas falo um pouco de inglês e espanhol. Procuro qualquer tipo de emprego, pois nunca fui muito de escolher empregos. Gostaria muito, se fosse possivel, que me desses umas dicas onde ir, quais empresas, para encontrar um trabalho. Vim pra cá para melhorar de vida, pois em Portugal o emprego está muito dificil. Minha esposa está grávida e preciso muito de trabalhar. Agradecia imenso a tua ajuda… Obrigado…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s