Hospital

Pela primeira vez na vida, a C. teve de tomar antibiotico!

Sei que em PRT é logo no primeiro mês, por diversas razões que vi enquanto lá vivia…

– o médico é um bom médico se passa muitos medicamentos
– qualquer coisinha, vai-se ao hospital
– no hospital, qualquer coisinha receitão comprimidos, xarope ou qq outra coisa
– aos 5 meses de idade entra-se no infantário … esta custa-me ainda hoje escrever, apesar de saber que é “normal”, mas dar uma criança tão pequena a alguem, para a vermos apenas poucas horas por dia e só aos fins de semana… vamos perder quase tudo!

São muitos os factos que levam as crianças pequenas a tomarem antibioticos logo de pequenas. Aqui já fomos algumas vezes (no inicio) ao médico (médico da zona (tipo o de familia), não ao hospital), onde levamos a C. com febre e mandam-nos para casa a dizer para beber agua pois “isso passa”, não nos dão nada e o nosso corpo enfrenta sozinho estas coisas… é optimo se pensarmos bem na coisa, e é claro que estou a ser generalista, se a coisa for complicada eles manda-nos logo para o hospital, mas o normal é ir para casa.

Ajuda muito podermos faltar com o salário completo no 1º dia de doença dos filhos, ajuda não termos de ir trabalhar quando estamos adoentados podendo apenas ligar a dizer que não vamos, e podemos estar em casa por 3 dias seguidos, Ajuda o infantário não aceita a criança de está com febre ou tem algum problema por 48 horas da ocurência (ficamos em casa com ela, ora a mãe um dia, e o pai o outro – com o salário pago)

Mas deixem-me contar-vos.

A C. tem uma infecção na orelha esquerda, e na sexta à noite disse que lhe doi-a muito a orelha, então a S. ligou para o médico de serviço e este marcou uma consulta no hospital e fomos ao hospital (marcou para 1h30m a seguir ao telefonema). E lá fomos… como foi a 2a vez que fui ao Hospital, errei o caminho 3 vezes !!! 🙂

mas lá demos com a coisa, assim que chegámos… pois… sabem o Hotel Penta em Lisboa, o som calmo quando se entra … é igual!! não há gritos, ninguem a correr, choros, nada! arece um hotel 🙂

depois de esperar 8 minutos (estavam 2 pessoas à nossa frente), fomos atendidos em 30 segundos 😀 olharam para a orelha da C. e voilá! ali está o problema, receitaramderam-nos 2 pacotes para deluir na água (para essa noite e a manha seguinte) e mandaram uma ordem de medicagem para a farmácia, afim de levantarmos o xarope no dia seguinte.

E no dia seguinte, lá estava ele (o xarope) à nossa espera 🙂

A C. não gosta nada do sabor, mas depois de lhe explicarmos que é para o “doi-doi” dela, bebe e faz muitas caretas 🙂 este ano, o pai natal tem de ser generoso com a C. é uma menina fantástica!

(olha “pâ” mim todo orgulhoso, eheheh)

Projecto Cattier

Tenho vos dito que tenho andado cheio de trabalho pois tenho 2 projectos em mãos (como freelancer)

Um deles é pequeno e apenas vai ajudar clientes da empresa a registar a compra de produtos online, o outro projecto é … enorme!

Alguns de vós de certo conhece a marca dos Laboratoire Cattier, pois bem, eu sou o responsável do site de vendas online aqui na Dinamarca que vai ser lançado officialmente a 19 de Novembro com direito a apresentação na Embaixada Françesa aqui em Copenhaga e tudo.

Depois, vamos lançar as versões para toda a Escandinávia e Islândia (versões em Sueco, Norueguês, Filândes e Islandês)

Para verem o site, basta clicarem na imagem abaixo 🙂
Por agora, os produtos apenas são enviados para moradas na Dinamarca.

Cattier Danmark

Foi feito com base numa plataforma chamada Magento e foi a primeira vez que trabalhei seja com esta plataforma seja com a linguagem com que é feito (PHP, Zend Framework), mas em menos de 1 mês está a funcionar com o que precisamos… agora há que melhorar algumas partes!

Espero que gostem!

Infantário da C.

Ainda não vos tinha, de maneira nenhuma, mostrado como é o infantário da C. … visto por dentro, pois por fora já o conhecem 🙂

bem, mostro apenas um terço dele pois havia muitas crianças ainda na sala de brincadeiras e preferi não filmar e ainda há mais uma parte igual à que podem ver no filme abaixo, esta parte é o chamado “infantário” [vuggestuen] (até crianças com 2 anos e 9 meses) e a outra parte chamada “jardim infantil” [børne havn]

A C. já sabe dizer que tem 2 anos, mas para a camera, atrapalhou-se com os dedos 😀 (é o efeito de ser estrela de cinema), e sabe o nome dela, diz tudo menos “Catarina” 😀 – Tina, Catina, Caina, etc ehehehe