Tempo


Tenho tambem recebido imensos pedidos de informação sobre a Dinamarca, ora por aí, ora pelo Facebook, ora por email directo… o que posso dizer neste momento é o Tempo não ajuda, nós cheguamos cá em Fevereiro de 2006… estamos em 2011! Já na altura vi o “nosso” futuro como Portugês e não gostei nem um bocadinho, olhei para mim mesmo e disse que tinha de fazer algo mais, o não ter filhos ajuda a procurar e a fazer escolhas pois só dependemos de nós próprios… isto foi em 2006, quando nem a crise existia na Dinamarca, mas estava bem implementada em Portugal, mas todos os meus amigos me diziam que estavamos muito bem, pois há muito pior… era mesmo eu que não me conformava com a coisa. O Tempo tem destas coisas, é bom para uma altura, é mau noutras… hoje em dia, é preciso mais que um bocadinho de sorte para encontrar um emprego aqui, é preciso algo que não vejo nos Portugueses, pois os anos levou-nos a ser-mos “cumodistas”, a não “lutar” pelo que queremos, apenas termos o “desejo” de querer achamos que já está tudo feito.

E depois, como se não bastasse apenas “querer” e não fazer mais nada, vimos para um país completamente diferente dos habitos latinos, completamente diferente em todos os modos e feitios … com a nossa mentalidade “Tuga”, é aqui que me encho de raiva e só me apetece gritar “Mas se saiste porque não tavas bem nem gostavas, porque é que estás a fazer tudo como se lá estivesses?!!!” Arrrgggghhhh

Pergunto eu, se vamos pegar em qualquer problema que apanhemos cá, da mesma maneira como se tivéssemos em Portugal… qual é mesmo a razão por deixar família e amigos para trás? Não é para “mudar”? Não é para sair do que estávamos habituados?

Se é para falar com tudo o mundo da mesma maneria…
Se é para tentar encontrar emprego da mesma meneira…
Se é para fazer tudo da mesma maneira…

Porquê  sair?

Isto é apenas um desabafo dos emails que recebo, das conversas com amigos e afins … 

4 thoughts on “Tempo

  1. Bom sei que sou apenas mais um interessado em sair de Portugal, mas o que é facto é que já não há condições para continuar a viver aqui, estou cansado deste sistema de sociedade de falta de responsabilidade e civismo por parte do sistema, as vezes tenho vergonha de ser Português.

    A minha questão é se quem não tem nada a perder aqui em Portugal, se pega-se no carro e fosse para a Dinamarca, era esse o meu desejo, será que era uma escolha acertada ?? Levando algum dinheiro..

    Cumprimentos

  2. Olá Alexandre!

    Vou vendo o seu blog e os seus filhotes estão lindos e muito crescidos e fico muito contente por estar a vencer na Dinamarca, pois aqui cada vez se está pior, quaisquer que sejam os governos… aliás, o problema já é europeu…
    Na realidade a Europa está a ” morrer” aos poucos às mãos dos tão apregoados mercados e ao ler o seu post anterior, só posso chegar à conclusão que a economia se está a esvair tanto aqui, como aí (claro que bem pior em Portugal, Irlanda, Espanha, Grécia, Itália…) Devagarinho vai bater à porta da França, Bélgica e chegar à Alemanha e não só! O problema é a economia e estes anormais todos parece que não percebem ou não querem ver isso.
    Enfim, esperemos que os donos da Europa resolvam depressa antes de tudo se afundar.

    Haja esperança e saúde!! 🙂
    Tudo de bom!

    P.S.: Então aí também há pessoal que se reforma aos 40 anos ??! Pensava que isso só existia nos PIGS!! ;)))

  3. Boa tarde Bruno,

    Chamo-me Joao tenho 37 anos e trabalhava no Algarve na área de Telecomunicaçoes.Fazia essencialmente instalações e configuraçoes a nível empresarial de todo o equipamento inerente às comunicaçoes de uma empresa(routers, switch´s,ap´s etc etc).Investi essencialmente na marca Cisco e tirei uma certificaçao em 2005 (CCNP – Cisco certified Network Professional)que me defendeu no mercado,fui despedido em 2009 por falta de trabalho,mas passado 2 dias outra empresa agarrou-me ao saber disso .Estamos no fim de 2011 , e aconteceu o mesmo problema, falta de trabalho e excesso dele em Lisboa.Convidaram-me para ir para Lisboa, caso contrário despediam-me pois já nao ha clientes novamente no Algarve.Aceitei…..e lá fui eu para Lisboa.

    Qual é o meu problema? Ordenado manteve-se e estou deslocado, com mais despesas,apesar de me pagarme o apartamento que fica a 40 km do trabalho.Logicamente estou a fazer um sacrificio, mas sinto que em vão…mesmo apesar de ser efectivo

    Sacrifício por sacrifício, estou seriamente a ponderar , perante uma boa possibilidade , em emigrar ,possivelmente Inglaterra, dinamarca ou noruega .Ainda nao me decidi, nao tenho preferencia, só busco como é evidente a melhor possibilidade.

    Procurei por “viver na dinamarca” no google e encontrei este excelente blog.

    Tenho algumas dúvidas relativamente à tua experiencia de emigraçao.

    Tenho uma casa em Portugal e preocupa-me ter essa despesa fixa ao banco.Por isso nao posso aventurar-me em ir com a trouxa a tiracolo com esperança que indo praí iria logo arranjar emprego.

    1- Como é que achas que seria o ideal?Imagina que estivesses na minha posiçao.Solteiro, nao conheço absolutamente ninguem na Dinamarca.Achas que é possível arranjar um emprego atraves da net antes de ir definitivamente? Ou é absolutamente imprescindível ter já aí residencia?

    2- Achas que é preciso levar qto em dinheiro para que se possa pagar as despesas iniciais?

    3- Conheces alguma firma que precise de técnicos de telecomunicaçoes? área WAN ou LAN? Já procurei no site que indicas aqui no teu blog, mas vejo mto poucos anuncios….

    Peço desculpa pela extensao do email, mas assim fica mais objectico e percebes as minhas duvidas!

    Abraço

    Joao

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s