Temos visitas

Finalmente, e depois de muito tempo, um casal amigo da S. veio-nos visitar, e claro está, como manda a praxe, há que lhes mostrar tudo e mais alguma coisa 🙂

Este fim de semana que passou, fomos ao castelo mais bonito da Dinamarca, e aproveitamos para ver as novas caras do Grupo de Portugueses em Copenhaga, num almoço de convívio.

No dia da chegada
No dia da chegada
No Castelo
No Castelo

podem ver mais fotos dos dias que vão/foram passando …

O Natal de 2008

Eramos para o ir passar a Portugal, mas o valor dos bilhetes da TAP fizeram-nos pensar 2 vezes e decidimos ficar por aqui, e digo-vos com muita sinceridade: Que fantástico natal!

Sendo apenas 2 e meio na família, juntando o que está descrito no Facebook que sou agnóstico, e achando que seria bom mas mais giro e divertido seria se fossemos muito (mas ainda só vamos na 1ª de 4 filhas) 😉 e juntando a esta expressão matemática os nossos novos conhecimentos de terras lusitanas assim com mais uma amiga que conhecemos à mais tempo mas que está a passar um bocado mais difícil em termos familiares, decidimos convidar o “tal” casal, a M. e a sua filha de 4 meses (ela Polaca), e sempre a N. amiga romena que sendo de religião islâmica não comemora o natal mas é nossa grande amiga e ajuda-nos sempre que pode.

E assim foi, pegámos na receita do ano passado (Pata com laranja), juntámos comida romena (Sarmale) e alguma Polaca e Dinamarquesa, o reultado foi este:

A ceia de natal
A ceia de natal

Divertimo-nos imenso e todos ficaram com a ideia que foi um natal fantástico e nós sabemos que foi muito melhor do que estas 3 familias passarem-lo sozinhos com com a própria familia! Foi a nossa última “boa acção” do ano, pois já hoje celebramos o 3º ano de casamento e daqui a pouco já estamos em 2009 🙂

Resta dizer que ouve muitas prendas para todos e podem ver mais fotografias no espaço dedicado no FlickR.

um jogo de futebol

ainda não vos tinha falado, pois agora tudo que é novidade é sinónimo de C. mas vou vos falar sobre a minha última vez que fui a um jogo de futebol…

foi a 29 de Agosto de 2007, aqui em Copenhaga entre a equipe local e claro está, já devem saber, o Benfica!

com a recepção de um amigo “virtual” até à altura, alem de me trazer uma caixa de meio kilo de Malteasears ofereceu-me um bilhete para o jogo da pré-eliminatória da liga dos campeões 2007/2008 entre o FCK e o SLB, eu retribuí a simpatia e ofereci lhe um boné com guizos do Benfica que achei no estádio, e claro tentei ser o que sempre sou com todos, e assim arranjámos (eu e ele) mais um amigo para partilharmos experiências e conversas.

FCK vs SLB

o Rui (um novo amigo)

FCK vs SLB

o João e um amigo Dinamrquês

FCK vs SLB

canto!

FCK vs SLB

a despedida com arremesso de camisolas

o jogo foi engraçado, mas como já mencionei foi o último que fui, pois mesmo sendo adepto do FCP e Belenenses não gostei da parte do “Fair Play” pois mesmo que os jogadores tenham-na, os adeptos estão longe disso !!! é cadeiras partidas, arremesso de copos com cerveja, enfim, algo constrangedor quando se tem 2 mulheres lindas em casa… daqui em diante só via televisão no conforto do sofá 🙂

depois do jogo ainda fomos tirar umas fotos à noite, pois ele, tal como eu é apaixonado por fotografia, e como comprou recentemente uma máquina nova, então fomos brincar com os “bichos” 🙂

Lights in Copenhagen

o lago onde moramos cerca de 8 meses

to the moon and back

até à lua e voltar…

no dia seguinte foi se embora novamente para Londres onde trabalha, mas antes disto tudo este a ver a casa e a C. e pelo que me disse… talvez faça deste país a próxima casa dele 😉

se querem ver mais fotos do jogo, vejam-nas aqui
se querem ver mais fotos da Dinamarca, vejam-nas aqui

Blogged with Flock

a primeira visita oficial

ainda não temos a casa a 100% mas o primeiro andar já está a 95% e assim podemos convidar uma colega de trabalho e amiga da S. nasceu cá mas as origens são francesas, e a pequena J. tem ainda 8 meses de vida e como podem ver pelo cabelo, é uma Dinamarquesa autêntica! loirinha e com uns olhos lindos. 🙂


outras visitas
tenho também de salientar que recebi à cerca de 2 semanas um email de 2 Portuguesas que como tinha tirado 1 semana de férias aqui em Copenhaga, pediram-me ajuda em lhes indicar os “spots” mais turísticos e com maior interesse.

fomos então buscar as 2 moças ao aeroporto (e aí começou a aventura, pois uma das malas não apareceu), levá-mos as ao hotel, indicámos a zona mais turística e fomos todos jantar ao Cafe Katz (ponto gastronómico onde levamos todos os amigos) .

no outro dia fui lhes mostrar o Sommerbio 2007 (cinema ao ar livre, tipo “Modelo ao ar livre”) do canal televisivo TV2, com o filme Casino Royale, mas devido ao cansaço ficámos pelo intervalo.

quanto à Catarina
claro está que nem vale a pena dizer mais nada… recusa-se a sair do “quarto” – já estou a imaginar a mesma coisa daqui a uns anos, eheheh

Blogged with Flock

a despedida

as despedidas são péssimas!

então quando passamos uns momentos tão bons como os que passei, custa imenso a despedir.

os amigos que reencontrei foram excelentes, conheci a C. (esposa do meu amigo J.), estive nos meus braços o filho de um grande amigo (padrinho de casamento) que nasceu a 31 de Maio, falei e estive com muitos outros(as) amigos(as) no qual saliento o pedido de desculpas à minha querida amiga F. pelo Bacalhau com natas, mas fica expressa a minha vontade de a querer compensar pelo seu trabalho …

mãe e filho
em cima: a F. e o G.

fui às marchas populares, diverti-me imenso, comi a minha sardinha! e andei que se farta, andei de metro e de autocarro, comi uma bifana… foi excelente o dia das marchas!

Eu e a minha Sardinha!
em cima: eu e a minha sardinha nas marchas populares

mas…

é com tristeza que vou (novamente) virar as costas ao meu país, e partir de novo para a Dinamarca, país de que tão bem falo quando se fala de quase tudo excepto, as pessoas, o clima, a gastronomia e claro, os valores astronómicos dos veículos motorizados.

é com tristeza que ficam cá os meus amigos que tão bom foi reencontrá-los, de falar com eles, de me rir, de lhes contar as novidades, das boas e más coisas, de os mostrar que afinal sair sem nada a não ser força de vontade não significa que não se encontre nada, e no meu caso, é bem o contrario que se passou.

é com tristeza que deixo por cá novas amizades como todos os que englobam o Fórum Grupo de Amigos Pan European (fórum que criei para juntar pessoas com gosto pelas motas), e por eles fui recebido fantasticamente bem e com muito carinho.

é com tristeza que vos deixo novamente a todos…

…é com alegria que vou ter com a minha família que tantas saudades me diz ter todos os dias!

mais fotos desde a minha saída de Copenhaga até hoje no espaço fotográfico do Flickr

matanto a saudade

é com grande alegria que ando a “matar” as saudades das 3 coisas que gosto menos do meu novo País, o Clima, a Gastronomia e as Pessoas!

assim que voltei das minhas férias (férias mesmo, pois nem Net havia) o recente Fórum que criei acerca do modelo da minha mota, para todos os que têm e não têm mota, eles organizaram um jantar no Porto Brandão (perto da Trafaria) afim de eu conhecer quem aparecesse

conclusão… fomos cerca de 22 pessoas, homens e mulheres, todos de Pan European 🙂 foi muito giro e deu para comer peixinho (colocaram os fogareiros (não são os taxistas) na mesa e nós cozinhávamos a comidinha, tipo fondue)… muito muito bom!

my brother

dá para tirar fotografias, visitar (quase) todos os amigos e amigas, deliciar-me com a nossa gastronomia, enfim, umas boas férias só não são excelente porque a minha querida esposa teve de fica em casa na Dinamarca 😦

Jantar G.A.P.E.

mas falamos muito ao telefone e trocamos muitos mimos 🙂

da próxima vou-vos contar como foram as marchas populares que é nesta 3ª feira aqui em Lisboa 🙂

vejam a televisão, quem sabe se não me vêm, eheheh 😉

Festa Portuguesa

já em Novembro vos tinha contacto que o Embaixador Português desta cidade fazia regularmente uma festa Portuguesa, na qual até fiquei contente pois era uma maneira de estar em contacto com os “da nossa terra” neste país de língua esquisita 🙂

fiquei agora a saber que alem do Embaixador também existe um café que todos os anos faz uma festa Portuguesa com um prato nacional e acaba por ser um bom convívio para falarmos de nós e ouvir as histórias dos outros, a pergunta da praxe é “és de onde? estudas ou trabalhas aqui? eu sou de XXX, conheces?” 🙂

então este Sábado o café Golban organizou esta festa, com o prato nacional escolhido o nosso famoso Bacalhau à Brás (que de bacalhau não vi, mas tinha o cheiro dele) e estive com o J. e 2 amigas dele assim como algumas pessoas que já conhecia do almoço em Novembro na Embaixada.

os amigostenho de dizer que já tinha saudades de falar tanto com tantas caras novas, de “meter a conversa em dia” na nossa língua, de conhecer novas pessoas, de estar… “entre os nossos” !

a ida à festa:
depois de deixar a S. no emprego às 17h lá segui eu para casa do J. mas a chegar ao Tivoli recebi um sms do J. a dizer que estava em Nøreport Station num cafezito, boa! antes de chegar a casa dele 🙂 assim não perdi muito tempo (é o que dá querer aparecer sei avisar primeiro), mas lá me meti pela cidade, aquelas ruinhas engraçadas e só dizia para os meus botões, a estação deve de ser por aqui, acho que é a estação antes de Østerbro Station e essa fica na saída da cidade, esta tem ser ser por aqui… e pensava de vez enquanto, tenho de perguntar a alguém, mas se encontrar um mapa da cidade não vale a pena… (homens!)
num cruzamento disse para mim, nahhh, tem de ser por aqui! e não é que no final da rua tinha “Nøreport station” em letras grandes, eheheh. acho que tenho um GPS activo na cabeça! 😛

lá me encontrei com o J. e voltá-mos ao GPS para descobrir o café, pois… ninguém se lembrou de trazer nem a morada, nem o papel do convite, pois o J. pensava que eu tinha e eu pensava que em casa dele dava para procurar na Net … enfim…

festa Portuguesadepois de andarmos 10 minutos à procura de um café assim por cabeça porque o J. dizia que era por ali, pois lembrava-se vagamente do mapa que viu… vagamente, era mesmo vagamente pois desisti de procurar uma coisa que eu nem sabia para onde era e lembrei-me de ligar à D. que nos facultou a morada do dito café e voilá, com a ajuda de um mapa da cidade (daqueles que estão nas estradas por detrás de publicidade), em 3 minutos estava-mos na porta do café (fomos os primeiros a chegar!!!) mas depressa chegaram todos e a festa começou 🙂

P.S.
P.S. coitaditos dos Belgas… eles ainda pensaram que podiam ganhar à “relva” mecânica (relva do nosso verde, o vermelho não sei que possa ser chamado) 🙂
P.S.S. Alterei o banner de topo com imagens da Dinamarca, para se sentirem mais dentro do país 😉