a procura de emprego: parte 2

desde o dia 3 de Novembro (2a feira) que ataquei os anúncios online do portal IT-JobBank que é um dos maiores portais de IT que conheço aqui neste país.

mas serve este tópico para vos dizer e demonstrar que a procura de emprego pode ser parecida com a da terra natal, mas o procedimento de uma candidatura não tem nada a ver com a realidade (na minha altura) de Portugal.

Em Portugal o maximo que se ía era a 2 entrevistas, mas sabia-se que se fossemos à 2ª entrevista estavamos com 90% de hipoteses de obter o emprego.

Aqui… bem, aqui são sempre 3! A 1ª para falar sobre o CV, trabalhos realizados, dar a conhecer a empresa, etc… a 2ª para tomar um maior conhecimento das aptidões do candidato com alguns testes, a 3ª é para falar sobre com que caneta se quer assinar o contracto 😉

Mas o pior de tudo é que ao concorrer hoje, a 1ª entrevista é só marcada para cerca de 4 semanas depois, e até lá não sabemos sequer se vamos ou não à 1ª entrevista… e isto é com a generalidade das empresas 😦 O que vale é que o subsidio de desemprego (existem 2 tipos – falarei mais abaixo) não é muito baixo 🙂

Deixo-vos aqui o que uma empresa grande na Dinamarca, a EDC, escreve nos emails em resposta a uma candidatura, e não deixem de verificar a parte de referência que aqui, sem referências é algo chato de encontrar emprego.

Dear Bruno Alexandre

Thank you for your application for above mentioned job.

Applications are reviewed continuously and you will be hearing from us within 4 weeks.

Sincerely yours


[nome da pessoa que enviou]
EDC gruppen a/s
Mynstersvej 5
1827 Frederiksberg C
Tlf. 3326 7777

Applicant’s information

The purpose of this information is for you to gain insight into

the procedure in connection with your application.


The application

You have sent an application for a vacant position with the

EDC chain office. Your application will be reviewed by the

hiring manager and – in connection with filling certain positions –

also by the HR function of the EDC Group.


The first interview

At the first interview you will be introduced to the job and to EDC.

You will be given the opportunity to ask elaborating questions to

ensure that the basis for a decision to change jobs is optimal.

At the first interview the hiring manager will participate and –

depending upon the position you have applied for – also

employees from the department in question together with the

HR function of the EDC Group. You will be given the opportunity

to go through your resume, and we will elaborate on your

competences and expectations to the job and the tasks.

It is important that we together view your personal and

professional competences in order for both you and EDC to

gain a thorough basis for the decision of you matching the job

and thriving.


The second interview

If you match to job – both personally and professionally – you will

be invited to a second interview. Before the interview you will

receive a mail with confirmation of the interview, and a link to the

Extended DISC Personal Profile Analysis. At the interview both the

hiring manager and the HR function will participate. You will get

feedback on the Personal Profile Analysis and you will be given

the opportunity to inquire further about the job, the department

and potential future colleagues.


References

Provided that both parts are interested in continuing the dialog

after the second interview, we will obtain references with persons of

your choice, who appears to know your personal and

professional profile. These persons can be leaders, colleagues

and collaborators from your previous jobs. You are to inform us

about references and we contact them only in agreement with you.

Subsidio de desemprego

Aqui, o sistema social Dinamarquês dá a duas opções aos cidadãos para obter o subcidio de desemprego. Por lei o cidadão tem direito ao KontantHjelp ([Contant-iélpe] Ajuda monetária) que é um subsidio até cerca de 11.500 dkk (1.550 Euros) mensais antes de impostos.

Existe tambem o Dagpenge ([Dáupingue] Dinheiro Diário) que está associado a uma entidade sindical (no meu caso HK) no qual se paga cerca de 350 kr. (45 Euros) mensais e esta opção dá num total mensal de 15.232,00 kr. (2.050 Euros) antes de impostos.

Aqui demostro apenas os máximos e a tempo inteiro, pelo que o calculo é baseado com o que o cidadão recebia e o valor “livre de impostos”, mas o mais importante é que pode-se obter subsidio completo mesmo antes de fazer 12 meses desde que se teve o anterior (como acho que é em PT – pelo menos era à 3 anos), ou seja, quando se acaba de receber o subsidio de desmprego, só depois de 12 meses é que se pode obter de novo ajuda … aqui felizmente não é assim 🙂

Roménia

Como já tinha dito, de 8 a 18 de Novembro vou à Roménia sozinho para finalizar o meu sorrizo lindo (eheheh) 🙂

Depois coloco aqui a experiencia

despedi-me!

É isso mesmo, despedi-me ao fim de 2 semanas de trabalho e uma viagem a Londres de 3 dias 🙂

Mas eu digo-vos o porquê se estiverem com interesse.
Durante os 3 dias que estive em Londres, estive em contacto com um sistema informático que faz todo o negócio de “Angariação de Contactos” (Leads Generation), e então é assim um quanto ao tanto… como ei de meter em palavras bonitas e sem causar muito transtorno… Horrível!

Imaginem eu, que já fiz 3 sistemas do género, ou seja, Sistemas que ajudam uma empresa a crescer, a maximizar tempo e a gerir o negócio (seja em Gestão de Stocks, de Clientes, de Vendas… já fiz de tudo), apanho com não um sistema, mas 5 sistemas diferentes, todos eles “espalhados” pela web e que não têm sentido nenhum, pois é preciso entrar num sistema para ver qual é o número do cliente, entrar no segundo para então usando esse número de cliente saber de que campanha se trata, entrar num terceiro para ver como é gerido a entrega dos “contactos” …. Bem! e claro, para todos estes precisa-se de utilizador/palavra chave em separado, e depois chegando aqui à Dinamarca há que multiplicar esse sistema por 3 pois além da Dinamarca aqui também trabalham com a Suécia e Noruega!

Isto ainda não é o pior!
Pior que isto é que o sistema não funciona, tem imensos erros e erros grandes que causam a perda de imenso dinheiro, em 2 semanas de trabalho ainda não houve dia que não se encontra-se mais um erro, e depois, em Londres em arranja os erros, não querendo saber como é que aconteceu e resolver o problema logo na “fonte”, Não! eles “tapam-buracos” e não fazem nada para os resolver, por outras palavras, mandamos um relatório do erro, eles arranjam (não o testam…. pedem para nós testarmos! Imaginem!) e 2 dias depois o erro volta a acontecer!

Trabalhar assim?! Não Obrigado!

Disponibilizei-me, como consultor em “mostrar-lhes” o caminho certo, mas como estão dependentes da sede no Reino Unido, é também mau para eles, já lhes dei ideias boas e até já fiz um programa para o Windows para que possam procurar por “contactos” de uma forma rápida e eficiente… Adoram-me!
O patrão gosta tanto de mim que me chamou para a sala de reuniões e me disse: “O que queres para continuares aqui?” 🙂 ainda não tinha ouvido esta em Portugal, aqui… já é a 2ª vez!

Mas a minha resposta foi, como sempre, honesta, e disse-lhe que não estava ali por causa do dinheiro mas sim pelo trabalho, e que aquele trabalho não me ajudava a ser melhor no que faço, era como se eu fosse um bom mecânico com ambição de ser o melhor mecânico do mundo e ali estava apenas a mudar pneus.

Ele entendeu e como eu já tinha a outra proposta de emprego de outra empresa, disse-lhe que ia aceitar aquele, pois dos dois, a outra empresa dava-me mais estabilidade e muito mais entusiasmo.

Conclusão… Vou, daqui a 2 semanas, começar a trabalhar na outra empresa na qual estive lá ontem para ver os meus futuros colegas de trabalho, e onde, ficaram imensamente satisfeitos com a minha decisão de os ajudar com os meus serviços.

Deviam de ter lido o email que recebi do patrão desta empresa… só faltava mesmo meter um tapete vermelho e pedirem-me que andasse sobre ele, sem duvida que este país dá e têm muito mais oportunidades que o meu querido Portugal, paga (imensamente) mais, tem mais regalias, e melhor que isto tudo junto, faz com que os nossos sonhos sejam realizados sem ser preciso uma eternidade!

Ou seja, estão agora há procura de um programador web com pelo menos 1 ano de experiência em ASP.NET 2.0 e MS SQL, tendo também conhecimentos de XHTML e JavaScript para que saiba fazer validações de dados no cliente e servidor, e que possa dar uma ajuda valente a eles…
Alguém interesado?
O salário são cerca de 28000 dkk (3 750 Euros) [eu estava com 30000dkkk, mas eu refilei e pelas minha experiência nunca trabalharia por menos, pois também conto com já 2 anos aqui], com direito a trabalhar em casa 1 dia por semana, telemóvel e portátil, entre muitas outras mais …. ahh, e só precisa de saber falar e escrever bem inglês! 🙂

Sonhos

Por falar em sonhos… estamos a andar com os nossos para a frente, e já estamos a ver casas para que então possamos mudar para mais perto da linha do comboio (afim de não estarmos tão dependentes de um carro) e que seja maior que esta, apesar de termos 140m2 habitacionais, queremos mais e melhor… esta era mesmo só para os primeiros 2 anos, a outra será para entre 10 a 15 anos, e a 3ª será a final, que, espero eu seja uma quinta com cerca de 20 000 m2 de terreno, que aqui há imensas e não são caras (estão é afastadas das cidades).