A vida na Dinamarca em 17 videos

Fica aqui uma compilacao de videos do Youtube sobre a vida na Dinamarca.
para quem quer ver todos os videos seguidos, fica aqui o link.

Tempo

Tenho tambem recebido imensos pedidos de informação sobre a Dinamarca, ora por aí, ora pelo Facebook, ora por email directo… o que posso dizer neste momento é o Tempo não ajuda, nós cheguamos cá em Fevereiro de 2006… estamos em 2011! Já na altura vi o “nosso” futuro como Portugês e não gostei nem um bocadinho, olhei para mim mesmo e disse que tinha de fazer algo mais, o não ter filhos ajuda a procurar e a fazer escolhas pois só dependemos de nós próprios… isto foi em 2006, quando nem a crise existia na Dinamarca, mas estava bem implementada em Portugal, mas todos os meus amigos me diziam que estavamos muito bem, pois há muito pior… era mesmo eu que não me conformava com a coisa. O Tempo tem destas coisas, é bom para uma altura, é mau noutras… hoje em dia, é preciso mais que um bocadinho de sorte para encontrar um emprego aqui, é preciso algo que não vejo nos Portugueses, pois os anos levou-nos a ser-mos “cumodistas”, a não “lutar” pelo que queremos, apenas termos o “desejo” de querer achamos que já está tudo feito.

E depois, como se não bastasse apenas “querer” e não fazer mais nada, vimos para um país completamente diferente dos habitos latinos, completamente diferente em todos os modos e feitios … com a nossa mentalidade “Tuga”, é aqui que me encho de raiva e só me apetece gritar “Mas se saiste porque não tavas bem nem gostavas, porque é que estás a fazer tudo como se lá estivesses?!!!” Arrrgggghhhh

Pergunto eu, se vamos pegar em qualquer problema que apanhemos cá, da mesma maneira como se tivéssemos em Portugal… qual é mesmo a razão por deixar família e amigos para trás? Não é para “mudar”? Não é para sair do que estávamos habituados?

Se é para falar com tudo o mundo da mesma maneria…
Se é para tentar encontrar emprego da mesma meneira…
Se é para fazer tudo da mesma maneira…

Porquê  sair?

Isto é apenas um desabafo dos emails que recebo, das conversas com amigos e afins … 

Novidades na Politica

Pela primeira vez na história da Dinamarca, uma mulher chega ao cargo de Primeiro Ministro. Tem o nome de Helle Thorning-Schmidt e chega a um cargo ocupado à mais de 10 anos pelo mesmo partido, creio e em titulo de opinião pessoal, que o povo Dinamarquês votou pela mudança também e não apenas pela pessoa em si que foi provado antes do dia de eleições que também ela tento fugir ao fisco quando o marido estava em Inglaterra e não apresentou essa remuneração, entre outras “cobiças”.

Helle
Primeira Ministra Dinamarquesa

Chega numa altura em que a crise não se ressente tanto como há 2/3 anos, pessoalmente o que mais eu, noto e tenho respondido aos vários e-mails que me chegam diariamente com pedidos de ajuda é que há imensos postos de trabalho e não é difícil encontrar, nomeadamente na área dos computadores, mas em vez de termos cerca de 8 a 10 candidatos para o cargo, vejo agora que são em alguns casos mais de 50… o que torna o nosso trabalho de querer um emprego mais difícil (mas nunca impossível!)

Também nota-se que não há tanto dinheiro no Governo, pelo que há que acabar com algumas regalias sociais tais como o subsídio aos estudantes pois queixam-se do preço do alojamento sendo que hoje em dia cada estudante recebe entre 2720 (se viverem com os pais) e 5480 kr (se viverem sozinhos) – 365 a 735 euros respectivamente – mensais para ajuda mas uma coisa é certa, este ponto é coisa eu não vai ser removido pois a politica da nova Primeira Ministra, não é o de acabar com este subsidio, mas o de o aumentar! Até que a senhora Helle tem algo bom, mas fazendo um plano em termos generalistas, aqui estão algumas promessas:

  • Passar o subsidio de desemprego (dagpenge) de 4 para 2 anos
  • Ter menos empregos em regime part-time
  • Ter menos pessoas a reformar-se antes dos 40 anos
  • Aumentar o subsidio para os estudantes
  • Pagar cada visita ao médico
  • Aumentar a idade da reforma e baixar o subsidio suplementar de reforma (efterløn)
  • Acabar com cerca de 40.000 postos de trabalho na administração pública
Com o tempo vamos ver como correm as coisas, mas uma coisa é certa… mudámos!

Frio? Não!… muito frio!

Seria uma noite como outra qualquer, não fosse o facto de a temperatura ter baixado a valores pertos do record do país… e assim foi, nesta última noite onde o termometro da bonita cidade de Holbæk mostrou -22,5 ºC (podem ler este artigo no The Copenhagen Post).

Em casa sentimos assim que acordamos pois o termometro que mete a temperatura exterior mostrava -17ºC tal com no carro a caminho do emprego.

Tem havido muita neve e pela primeira vez na história temos um Natal Branco (White Christmas), que para quem não quiser ler, tem de haver pelo menos 6 cm de neve no chão e o país tem de estar coberto com mais de 90% do território nacional (no caso de um país).

Com a Neve, vem o gelo, e o gelo na estrada claro… todas as estradas estão cobertas por gelo, e tenho andado muito “de lado” e com o carro “abanar” quando se trava ou mesmo a andar normalmente… tudo isto é caso “normal” neste país, e não me assusta, arrepia ou me faz confusão…

…o que me faz mesmo confusão com isto tudo é o facto de os acidentes serem minimos!!! eu faço sempre cerca de 80 km de casa – emprego – casa, passo por auto estrada, estradas secundárias e principais e ainda não vi um unico acidente de viação com este gelo e neve toda! é simplesmente imprecionante se comparar com Portugal e claro… sem neve nem gelo, mas com chuva, onde por todo o lado há acidentes!

esta gente sabe e tem respeito pelo outro a conduzir, e é fantástico ver-nos a parar num semáfro, olhar para o retrovisor e ver o carro atrás abrandar bem antes de nós, não vá acontecer alguma coisa…

A “nossa” mentalidade é sem duvida completamente diferente desta! mas digo-vos, tirando a gastronomia e o fazer novas amizades, tinhamos muito a aprender com este povo!

Temos visitas

Finalmente, e depois de muito tempo, um casal amigo da S. veio-nos visitar, e claro está, como manda a praxe, há que lhes mostrar tudo e mais alguma coisa 🙂

Este fim de semana que passou, fomos ao castelo mais bonito da Dinamarca, e aproveitamos para ver as novas caras do Grupo de Portugueses em Copenhaga, num almoço de convívio.

No dia da chegada
No dia da chegada
No Castelo
No Castelo

podem ver mais fotos dos dias que vão/foram passando …

A nossa vida na TV

Pois é, vamos aparecer na televisão Portuguesa.

Fui contactado por um jornalista da SIC que encontrou este nosso blog, e depois de ler algumas partes convidou-nos a fazer parte de um documentário sobre famílias Portuguesas no estrangeiro.

Vamos ser entrevistados este Domingo, e o programa passa já a semana que vem. Deixo-vos um pequeno texto sobre a peça jornalística:

A ideia é compreender a vossa realidade. Claro que se irá fazer uma comparação entre Portugal e a Dinamarca. Mas o ideal é termos uma conversa o mais informal possível (assente nos seis eixos que lhe falei. Saúde, Desemprego, Segurança Social, Crise e Justiça).

Quanto à peça digamos que vão ser seis peças. Na próxima semana irá haver três blocos especiais em termos de informação. Na semana seguinte repete-se o esquema. Cada um dedicado aos temas que lhe falei. Será às terças, quintas e sextas, a partir das 20h50. Vão entrar num bloco que vai incluir uma família que reside em Inglaterra e um outro português e viver na Dinamarca. Será algo alargado e de forte impacto noticioso. Irá fazer parte desse especial dedicado às Eleições Europeias.

O programa tem por título “Operação Portugal 2009”  e é composto por “Temas que vão marcar as campanhas eleitorais em análise até dia 29”.

Porque é algo sobre o “nosso” Portugal e está generalizado (não esquecendo que está pela opinião dos media) deixo-vos os temas que vão sendo transmitidos:

  1. Desemprego { download : 146Mb/35:32 }
  2. Saúde { download : 159Mb/37:02 }
  3. Justiça
  4. Educação
  5. Segurança Social

para download cliquem com o botão direito do rato em cima do link e escolham “Salvar atalho como…”