Parabéns André

O tempo tem destas coisas!

  • Até parece que foi ontem que estava na maternidade chateado por me ter esquecido de carregar a bateria da máquina de fotografias sendo que todo o parto só deu para tirar fotos com a qualidade do telefone que tinha na altura…
  • Até parace que foi ontem que mostramos pela primeira vez o irmão mais pequeno à mana grande…
  • Até parece que foi ontem que sorriu para mim pela primeira vez, e aquela sensação que que, com o 2º filho, não sei se vou gostar tanto como o 1º desapareceu por completo
André com 1 semana de vida
Isto foi "ontem": André com 1 semana de vida
Hoje o André faz 1 ano de vida! 1 ano que passou rápido demais, mas por este breve momento nos deixou tantas felicidades e alegrias esperando que continue por muitos anos vindoiros.
O André é um menino que exteriormente é tudo da mãe, mas a sua personalidade é 100% pai! (felizmente, hihihih), está sempre muito bem disposto pela manhã quando acorda, gosta de estar sozinho e sossegado, adora brincar à maneira dele sem interferir com os outros (claro… se alguém tem um brinquedo novo, eheh, toca a ver o que é e para que serve), adora comer, já tem 3 dentinhos com o 4º a sair (muito bucagel precisamos) – 2 em baixo nasceram primeiro e agora 2 em cima.
As brincadeiras no jardim infantil perto de casa
Isto é "hoje": As brincadeiras no jardim infantil perto de casa
As aventuras lá de casa:
Hoje vamos fazer uma festa pequenininha para ele, depois meto aqui mais fotos 🙂

Parabéns Catarina

Acendendo as velas
Acendendo as velas

Foi no passado dia 25 que a C. completou 3 aninhos 🙂 desta vez em vez de fazer uma festa em casa, fizemos no Jardim Infantil com os colegas da sala dela… ela gostou muito, tinhamos balões e até serpentinas, eheheh 🙂

Está a ficar uma senhorinha!

Desde Maio que já não usa fraldas (porque ela assim o quis e refilou que já era uma menina grande e não queria mais fralda), e desde então fazia as necessidades no bacio, mas no inicio de Agosto comprámos um acessório para a sanita e retirei-lhe o bacio da sala, ficando apenas o do quarto (pois os quartos são no andar de cima e nesse andar não há wc).

Lá de vez em quando, como acontece com todos, sonha com algo e faz na cama mesmo, mas temos uma capa do IKEA entre o lençol e o colchão que que evita estragar o último.

Adora ajudar o “mano pequenino” (como ela diz), seja agarrar-lo com toda a força para o encher de beijos, seja para ajudar a mãe a dar-lhe banho ou a vestir… e claro, como as crianças adoram “copiar” os pais, andar a dar “de mamar” aos bonecos todos lá de casa, eheheh 🙂

Fez o teste da fala, que fazem antes dos 3 anos, e apenas as cores não as sabia todas, mas foi a única em 10 exames que sabia dizer o singular e o plural dos objectos … e em XINAMARQUÊS!!! é obra 😀

Felizes
Felizes
Comboio de aniversário
Comboio de aniversário

Mano pequenino

O “Mano pequenino” como a C. o chama está enorme, e nem parece que apenas tem 1 mês de vida! já tem 58cm e engordou quase 900 grm desde o nascimento, tudo com a maminha da mãe 🙂

É um pouco mais “delicado” que o que foi a C. mas extremamente mais sossegado que ela, deixa a S. dormir a noite toda, acordando apenas 2 a 3 vezes para comer, enquanto a C. numa muito boa noite, acordava 6 vezes! (num máximo de 12… e isto nos primeiros 8 meses de vida!)

Mas não creio que seja correcto fazer comparações nos dois, uma vez que serão sempre diferentes, mas nós pais, gostamos deles da mesma maneira.

Bem vindo André

Estava dificil, mas chegou!

Estavamos com o pensamento no dia 4, para que o aniversário da m~e tivesse a melhor prenda, mas chegou 2 dias antes e assim, ficamos com um dia de descanso entre as festas 🙂

Nesse dia as contracções estavam irregulares, mas com o decorrer do dia passaram para cerca de 5 a 8 minutos de intervalos… estava um dia cinzento e com chuva pelo que a vontade de sair de casa não era muito, mas a S. só queria dar à luz pois a barriga estava enorme e muitos dos movimentos “normais” eram difíceis de concretizar com sucesso.

ao inicio da noite (apesar de ser dia ainda até às 22h30), as contracções diminuiram de espaçamento e cada vez eram mais fortes, ou seja, toca a chamar a N. que veio de comboio e autocarro para fazer de babysiter com a C. que já estava deitada e a dormir.

Assim que a N. chegou, lá fomos nós para o Hospital!

à entrada de um dos edificios do Hospital
à entrada de um dos edificios do Hospital

Chegámos eram cerca das 21h30 e lá fomos nós, onde nos já esperavam (pois aqui telefonamos primeiro a avisar afim de terem uma equipa de enfermeiras para nós e não nos faltar nada), mediram a dilatação e a S. já tinha 6cm… ou seja, era HOJE!

ouvimos o coração do bebe para verificar alguma anomalia ou problema e tudo estava bem, estava na posição certa e prontinho a dar-nos alegrias 🙂

Tal como a C. a S. escolheu dar á luz na água, e lá encheram a “piscina” com água quentinha e voilá!

Dentro de água
Dentro de água

As contracções dentro de água, diz a S., são menos dolorosas e mais fáceis de aguentar, pelo que estava toda feliz da vida… mas lá de vez em quando, vinha uma contracção que quase a fazia sair do sério.

Dor de mãe
Dor de mãe

Mas faltava pouco! Muito pouco mesmo!

Quando sentiu vontade de fazer força, as enfermeiras estavam a postas e ajudaram a S. a dar à luz o meu filho! …ok, o nosso 🙂

Saiu da barriga da mãe direitinho e depressa, mas nos segundos seguintes ele pensava que ainda estava dentro no quentinho

Sopram-lhe e esfregaram-lhe as costas para ele ver que já não estava lá dentro, cortaram o cordão umbilical e deram-lhe oxigénio para que começa-se a respirar por ele próprio … começou a tossir um pouco de liquido e abriu as goelas a chorar !!!

…vieram-me as lágrimas aos olhos, pensei que, como já conhecia a C. e vi tudo, não o iria fazer, mas a emoção de ver o nosso filho a chorar pela primeira vez, é fantástica!

A seguir foi o sentir o peito da mãe e as canções do pai para se sentir mais calmo, ao contrário da C. que demorou quase 3 dias a amamentar  ele assim que sentiu o mamilo nos lábios logo logo começou a papar 🙂

e depois de papar tudo deu para a mãe olhar para ele como deve de ser… e vieram pequenas brincadeiras com as maozinhas

Felicidade
Felicidade

o André nasceu no dia 2 de Agosto às 23:35, pesava 4.030 gr e media 55 cm.